Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Presidente russo qualifica explosão em São Petersburgo como ataque terrorista

O presidente russo, Vladimir Putin, chamou a explosão de ontem (27) em um supermercado em São Petersburgo de ataque terrorista.


Sputnik

"Vocês sabem que ontem em São Petersburgo aconteceu um ataque terrorista", disse o presidente durante a cerimônia de condecoração de militares russos que combateram na Síria.


Agentes do Ministério para Situações de Emergência perto do supermercado em São Petersburgo que foi atingido por explosão, 27 de dezembro de 2017
Explosão em supermercado de São Petersburgo, Rússia © Sputnik/ Aleksandr Galperin

Segundo Putin, ele disse ao chefe do Serviço Federal de Segurança, Aleksandr Bortnikov, que na hora de deter suspeito é preciso agir de acordo com a lei, mas decididamente.

"Caso saúde e vida de nossos oficiais sejam ameaçadas, é preciso agir decididamente […] eliminando os criminosos", sublinhou o líder russo.

Ontem à noite, em um guarda-volumes de um supermercado de São Petersburgo detonou um explosivo. Segundo informações, a potência da explosão foi de 200 gramas do equivalente em TNT.

A explosão resultou em 13 pessoas feridas. Seis delas permanecem no hospital, alguns estão em estado de gravidade média.

O Comitê de Investigação russo abriu um processo criminal contra o criminoso por tentar matar várias pessoas.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas