Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Putin ordena retirada de tropas russas da Síria

O presidente russo, Vladimir Putin, que, na segunda-feira (11), desembarcou na base aérea russa em Hmeymim, na Síria, ordenou o início de retirada das tropas russas da Síria.


Sputnik

No discurso perante os militares, Putin disse: "Ordeno ao ministro da Defesa, chefe do Estado-Maior General, que comece a retirada das tropas russas para seus pontos de posicionamento permanente."


Caças russos Su-25 decolando da base aérea em Hmeymim, Síria (foto de arquivo)
Sukhoi Su-25 russos na Síria © Sputnik/ Dmitry Vinogradov

Segundo Vladimir Putin, os militares russos estão regressando à Pátria vitoriosamente. O presidente acrescentou que se os terroristas "voltarem a levantar a cabeça, atacaremos de uma forma nunca antes vista por eles".

Ele salientou que Moscou nunca se esquecerá das vítimas da luta contra o terrorismo na Síria e na Rússia.

De acordo com o presidente, os militares russos cumpriram sua tarefa brilhantemente, mostraram coragem, heroísmo e determinação e regressam aos seus familiares com vitória. "A Pátria está à espera de vocês, meus amigos. Boa viagem. Agradeço pelo seu serviço", disse o líder russo.

Em Hmeymim, Putin foi recebido pelo presidente sírio Bashar Assad, pelo ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu e pelo comandante das tropas russas na Síria, Sergei Surovikin.

Em março de 2016, o presidente russo decidiu retirar grande parte das tropas da Força Aeroespacial da Rússia após cumprimento de todas as missões.

Vale destacar que Rússia cumpriu também suas promessas de fornecimento de armamentos e equipamentos militares ao governo sírio, bem como de treinar militares do país em crise. A base aérea em Hmeymim e o ponto de manutenção técnica e material da Marinha russa em Tartus continuarão funcionando. Além disso, a Síria conta com o Centro de reconciliação russo em seu território.

A Rússia deu início à missão antiterrorista na Síria em setembro de 2015.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas