Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que alguns países ocidentais não querem libertação de Idlib?

A libertação de Idlib marcará a vitória total das forças governamentais e o fracasso dos planos de países ocidentais de derrubar as autoridades legítimas sírias.
Sputnik

No entanto, segundo Pierre Le Corf, ativista francês que vive em Aleppo, a tarefa não será fácil. 


"Será muito difícil libertar Idlib, porque todas as forças da coalizão lideradas pelos EUA e governos [ocidentais] envolvidos na guerra até o momento se opõem à libertação da província", disse Le Corf à Sputnik França.

Ele comentou que assim que a província síria de Idlib for libertada, terá que "libertar as zonas ocupadas ilegalmente pelos EUA, França e até pela Itália no norte do país". Por esse motivo, nenhum desses países quer a libertação da província.

Le Corf salientou que a intenção de manter o status atual poderia levar a "um massacre da população civil de Idlib", referindo-se às múltiplas advertências dos militares sírios e russos sobre a possível encenação de ataques químicos com o prop…

Rússia anuncia realização das maiores manobras militares de 2018

Os exercícios de grande escala Vostok 2018 (Leste, em russo) serão realizados na Sibéria e no Extremo Oriente (Rússia) entre agosto e setembro de 2018 e incluirão participação das forças de dois distritos militares e da Frota do Norte, informou o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu.


Sputnik

"No ano que vem, o evento mais importante no âmbito do programa de preparativos de combate serão exercícios Vostok 2018, que terão lugar entre agosto e setembro na Sibéria e Extremo Oriente", declarou o general do Exército russo.


Manobras militares na Rússia
Exercício militar russo © Sputnik/ Aleksei Kudenko

Além disso, Shoigu acrescentou que as forças dos Distritos Militares Oriental e Central e da Frota do Norte irão participar das manobras.

Entretanto, o ministro russo lembrou que no dia 1º de dezembro deste ano as Forças Armadas do país deram início ao período invernal de preparação combativa.

No ano corrente, destacou, foram realizadas mais de 8.000 atividades relacionadas ao treinamento militar das tropas e forças. Entre elas, o ministro mencionou os exercícios estratégicos Zapad 2017 — manobras táticas onde participaram a Frota do Norte, Tropas Aerotransportadas e Forças Especiais de Operações, bem como simulações com a Força Coletiva de Deslocamento Rápido da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC).


Postar um comentário

Postagens mais visitadas