Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan diz que Turquia continuará operação na Síria, pactuada com Moscou

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira que seu país não interromperá sua operação militar lançada no sábado contra as milícias curdas aliadas dos Estados Unidos no norte da Síria e insistiu que esta operação está pactuada com a Rússia.
EFE

"Não vamos retroceder em Afrin. Falamos com os russos e há consenso", disse o político islamita em relação à região do norte da Síria nas mãos das milícias curdas Unidades de Proteção do Povo (YPG), que Ancara considera terroristas e aliadas da guerrilha curda da Turquia, o PKK.


Erdogan voltou a acusar os EUA de armar e apoiar as YPG, aliadas de Washington contra o grupo jihadista Estado Islâmico.

"Não são honestos conosco. Continuaremos o nosso caminho no marco das conversações que mantemos com a Rússia", apontou.

"Queríamos comprar armas (com os EUA). Não nos deram e entregaram as mesmas armas a organizações terroristas. Que tipo de aliança estratégica é essa?", afirmou o presidente da T…

Rússia ratifica acordo para ampliar base naval em Tartus

A Duma de Estado da Rússia ratificou o acordo para ampliar a base russa no porto sírio de Tartus.


Sputnik

Conforme o documento, no porto podem permanecer simultaneamente 11 navios de guerra russos, inclusive embarcações de propulsão nuclear.


Os marinhos russos e sírios participam dos exercícios militares conjuntos no porto sírio de Tartus.
Militares russos e sírios em Tartus © Sputnik/ Dmitriy Vinogradov

Na semana passada, o presidente russo Vladimir Putin apresentou à câmara baixa do Parlamento o projeto de lei para ratificação do acordo com a Síria sobre a ampliação do atual posto de abastecimento técnico da frota russa em Tartus.

O texto do acordo entre a Rússia e a Síria foi publicado em 20 de janeiro de 2017. O acordo vigorará por 49 anos, tem caráter defensivo e não é dirigido contra outros países.


Postar um comentário