Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Rússia ratifica acordo para ampliar base naval em Tartus

A Duma de Estado da Rússia ratificou o acordo para ampliar a base russa no porto sírio de Tartus.


Sputnik

Conforme o documento, no porto podem permanecer simultaneamente 11 navios de guerra russos, inclusive embarcações de propulsão nuclear.


Os marinhos russos e sírios participam dos exercícios militares conjuntos no porto sírio de Tartus.
Militares russos e sírios em Tartus © Sputnik/ Dmitriy Vinogradov

Na semana passada, o presidente russo Vladimir Putin apresentou à câmara baixa do Parlamento o projeto de lei para ratificação do acordo com a Síria sobre a ampliação do atual posto de abastecimento técnico da frota russa em Tartus.

O texto do acordo entre a Rússia e a Síria foi publicado em 20 de janeiro de 2017. O acordo vigorará por 49 anos, tem caráter defensivo e não é dirigido contra outros países.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas