Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Helicópteros americanos estariam resgatando terroristas do Daesh de prisão síria

Os helicópteros norte-americanos tiraram terroristas do Daesh de uma prisão na cidade síria de Al-Hasakah, informou uma fonte local à Sputnik.
Sputnik

"Habitantes locais viram do telhado helicópteros estadunidenses aterrissando no território de uma prisão local, controlada pelos curdos, para tirar de lá terroristas do Daesh", afirmou a fonte — que preferiu não ser identificada — em Al-Hasakah à Sputnik Árabe.


Além disso, há informações que os militares norte-americanos estariam trazendo para a prisão várias munições, porque planejam criar no lugar uma base.

Anteriormente, a mídia iraquiana comunicou que helicópteros dos EUA tinham transportado membros do grupo Daesh (proibido na Rússia) da prisão central de Al-Hasakah para sua base perto do povoado Abu Hajar, no leste da Síria.

De acordo com fontes locais, na prisão de Al-Hasakah, muito bem fortificada, estariam encarcerados cerca de 100 terroristas, a maioria de cidadania estrangeira. Especialistas sírios acham que são os mesmos…

Senador russo: treinamento das marinhas dos EUA e Ucrânia no mar Negro é uma provocação

O treinamento conjunto da Marinha da Ucrânia com o destróier USS James Williams, da Marinha dos Estados Unidos, no mar Negro é uma provocação, disse à Sputnik o vice-chefe da Comissão de Defesa e Segurança do Conselho da Federação da Rússia, Franz Klintsevich.


Sputnik

Em 2 de dezembro, a Marinha da Ucrânia realizou um treinamento conjunto com o destróier da Marinha norte-americana USS James Williams no mar Negro. Segundo a Marinha da Ucrânia, o objetivo da manobra foi treinar ações conjuntas com os navios dos países aliados de acordo com os padrões da OTAN, aumentar a compatibilidade e reforçar a cooperação.


O destróier USS James Williams (DDG-95) da Marinha dos EUA
CC BY 2.0 / Marinha dos EUA / USS James E. Williams transits the Norwegian Sea

"Opomo-nos veementemente [a esse treinamento]. Isso é uma provocação que a Rússia considera como um ato hostil por parte dos EUA", disse Klintsevich.

Ele acrescentou que um treinamento desse tipo viola todos os acordos com os EUA.

"Isso é uma provocação porque assim os EUA estão escolhendo como parceiro uma liderança ucraniana absolutamente irresponsável, culpada pela guerra e limpeza étnica no leste do país", acrescentou ele.

De acordo com o senador russo, esses "jogos" terão consequências graves.

Anteriormente, o vice-presidente do Comitê de Defesa da Duma de Estado russa, Yuri Shvytkin, disse que as ações dos EUA no mar Negro são inaceitáveis. O treinamento entre a Ucrânia e EUA provoca uma nova espiral da escalada das tensões na região, afirmou o político.


Postar um comentário