Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Soldados israelenses ferem mais de 40 palestinos em protestos contra reconhecimento de Jerusalém

Soldados israelenses balearam e feriram mais de 40 palestinos em Gaza e na Cisjordânia ocupada nesta sexta-feira, disseram autoridades médicas, à medida que protestos contra a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel entram na segunda semana.


Nidal al-Mughrabi | Reuters

RAMALLAH, Cisjordânia - Perto da cidade palestina de Ramallah, na Cisjordânia, policiais israelenses disseram que balearam um homem depois que ele esfaqueou e feriu um dos agentes de sua unidade. Fotógrafos da Reuters que viram o palestino ferido disseram que ele estava segurando uma pequena faca e que vestia o que parecia ser um cinturão de explosivos.


Resultado de imagem para Soldados de Israel disparam gás lacrimogêneo contra manifestantes palestinos
Um soldado israelense dispara uma bomba de gás lacrimogêneo contra manifestantes palestinos | Reprodução

Autoridades médicas disseram que mais três palestinos foram baleados e feridos na Cisjordânia. Outros 38 foram feridos na fronteira da Faixa de Gaza, onde o grupo dominante Hamas tem convocado uma revolta contra Israel em protesto contra a decisão de Trump.

O Exército israelense disse que cerca de 2.500 palestinos participaram protestos na Cisjordânia, colocando fogo em pneus, e jogando bombas e pedras contra soldados e contra a polícia de fronteira. Soldados tomaram medidas para dispersar os tumultos, disse em comunicado.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas