Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Tu-95 russos colocam a Força Aérea Australiana em regime de prontidão

A base aérea da Força Aérea Real Australiana na cidade de Darwin foi colocada em regime de prontidão para combate durante os exercícios de bombardeiros estratégicos russos Tu-95 em águas neutras nas proximidades da costa da Indonésia, informou The Guardian.


Sputnik

Essa medida foi adotada por tempo limitado, enquanto as aeronaves da Força Aérea Russa realizavam exercícios. A publicação destaca que os bombardeiros, com capacidade de transportar mísseis nucleares, não violaram o espaço aéreo da Austrália.


Resultado de imagem para tupolev tu-95
Tupolev Tu-95 | Reprodução

Segundo o especialista australiano em segurança nacional, Peter Jennings, as manobras atestam para a ampliação da influência da Rússia na região. "É uma lembrança de que a Rússia está do lado e que deseja ser um ator na área de segurança na região do Pacífico. Ela vai usar o seu potencial militar para demonstrar isso", explicou o analista ao Guardian.

Os bombardeiros estratégicos russos realizaram uma patrulha aérea sobre as águas neutrais no Oceano Pacífico no início do mês de dezembro, informou o site do ministério da Defesa da Rússia. A missão durou por mais de oito horas.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas