Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

12 aviões de combate F-16 dos EUA chegam à Estônia, na fronteira com a Rússia

A Força de Defesa da Estônia afirmou em comunicado que 12 aviões de combate F-16 da Guarda Nacional do estado de Ohio, Estados Unidos, chegaram à Estônia neste domingo (14) para participar de um exercício militar multinacional.


Sputnik

O avião de combate do 112.º Esquadrão de Combate retirou-se da Base de Guarda Nacional Aérea de Toledo, em Ohio, e desembarcou na Base Aérea de Amari, localizada a sudoeste da capital da Estônia, Tallinn.


Caças F-16 da Dinamarca no Show Aéreo da Dinamarca em Karup, 2014 (foto de arquivo)
Caças F-16 da Dinamarca © AFP 2018/ HENNING BAGGER / SCANPIX DENMARK

"Um dos objetivos dos próximos exercícios é aprimorar as habilidades de condução das operações aéreas em larga escala. Os exercícios militares serão assistidos por observadores aéreos da Bélgica", disse o coronel Riivo Valge, chefe de gabinete da Força Aérea da Estônia e comandante em exercício.

Os exercícios militares durarão até meados de março. As manobras serão realizadas em áreas de treinamento especial destinadas a esses fins nas ilhas do oeste da Estônia a uma altura não inferior a 1,5 km (0,9 milhas).

A Estônia é membro da OTAN desde 2004.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas