Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

OTAN se prepara para maiores exercícios militares desde 2002

A OTAN está se preparando para realizar seus maiores exercícios militares desde 2002. Trata-se dos Trident Juncture 2018, dos quais participarão mais de 40.000 militares de 30 países membros e parceiros da OTAN.
Sputnik

A fase principal das manobras irá ser realizada entre os dias 25 de outubro e 7 de novembro, na Noruega e áreas vizinhas, com exercícios preliminares nas águas ao largo da costa da Islândia de 15 a 17 de outubro.

Defender-se contra 'qualquer ameaça em qualquer momento'

O objetivo dos exercícios é a dissuasão e defesa contra "qualquer ameaça, de qualquer lugar e em qualquer momento", explicou nesta semana o almirante da Marinha dos EUA a jornalistas em Bruxelas, James G. Foggo III, comandante dos exercícios.

O militar revelou que os Trident Juncture mostram que a OTAN está unida e pronta para se defender valendo-se da defesa coletiva. Neste sentido, o cenário dos exercícios inclui uma violação da soberania de um aliado da OTAN, neste caso da Noruega.

Ao mesm…

2 militares russos morrem após ataque contra base de Hmeymim na Síria

Dois militares russos morreram após um ataque com morteiros realizado por militantes contra a base aérea de Hmeymim na Síria em 31 de dezembro, informou o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"Na noite de 31 de dezembro, a base aérea de Hmeymim foi atacada por um grupo móvel de militantes, causando a morte de dois militares", diz-se no comunicado do ministério russo.


Pilotos militares russos na base aérea de Hmeymim na Síria
Militares russos na base aérea Hmeymin, Síria © Sputnik/ Dmitriy Vinogradov

Ao mesmo tempo, o ministério descartou as informações da mídia de que os militantes teriam destruído sete aviões russos estacionados em Hmeymim. O grupo de aviação russo na Síria está pronto para combater e continua cumprindo plenamente as suas tarefas, afirma o Ministério da Defesa.

"As forças de segurança sírias estão tomando medidas para encontrar e eliminar os militantes envolvidos no ataque, assim como para aumentar o nível de segurança no território adjacente à base aérea", acrescentou.

Anteriormente, na mídia apareceu a informação de que sete aviões teriam sido destruídos e mais de 10 militares teriam sido feridos na sequência do ataque terrorista contra Hmeymim.

Ontem (3), o Ministério da Defesa da Rússia comunicou que, em 31 de dezembro, um helicóptero russo sofreu um acidente ao efetuar um voo para o aeródromo sírio de Hama devido a uma falha técnica.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas