Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

2 militares russos morrem após ataque contra base de Hmeymim na Síria

Dois militares russos morreram após um ataque com morteiros realizado por militantes contra a base aérea de Hmeymim na Síria em 31 de dezembro, informou o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"Na noite de 31 de dezembro, a base aérea de Hmeymim foi atacada por um grupo móvel de militantes, causando a morte de dois militares", diz-se no comunicado do ministério russo.


Pilotos militares russos na base aérea de Hmeymim na Síria
Militares russos na base aérea Hmeymin, Síria © Sputnik/ Dmitriy Vinogradov

Ao mesmo tempo, o ministério descartou as informações da mídia de que os militantes teriam destruído sete aviões russos estacionados em Hmeymim. O grupo de aviação russo na Síria está pronto para combater e continua cumprindo plenamente as suas tarefas, afirma o Ministério da Defesa.

"As forças de segurança sírias estão tomando medidas para encontrar e eliminar os militantes envolvidos no ataque, assim como para aumentar o nível de segurança no território adjacente à base aérea", acrescentou.

Anteriormente, na mídia apareceu a informação de que sete aviões teriam sido destruídos e mais de 10 militares teriam sido feridos na sequência do ataque terrorista contra Hmeymim.

Ontem (3), o Ministério da Defesa da Rússia comunicou que, em 31 de dezembro, um helicóptero russo sofreu um acidente ao efetuar um voo para o aeródromo sírio de Hama devido a uma falha técnica.


Postar um comentário