Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Ancara: EUA estão legitimando organizações terroristas na Síria

Os planos de Washington para a criação das assim denominadas "forças de segurança das fronteiras" nos territórios sírios sobre o seu controle são inadmissíveis, declarou o porta-voz do presidente da Turquia, Ibrahim Kalyn.


Sputnik

"EUA adotam medidas que legitimam uma organização terrorista, o que suscita preocupações. Nos reservamos ao direito de combater o terrorismo em todas as situações. O nosso combate com as organizações terroristas seguirá acontecendo tanto no interior do país, quanto no exterior. A Turquia adotará todas as medidas para garantir a segurança interna", disse Kalyn, segundo a emissora NTV.


Embaixada dos EUA em Ancara, na Turquia
Embaixada dos EUA em Ancara, Turquia © AP Photo/ Burhan Ozbilici

O representante da coalizão internacional liderada pelos EUA informou mais cedo ao portal Defense Post estar coordenando a criação das assim denominadas "forças de segurança da fronteira" em territórios na síria sob o controle do bloco.

A coalizão norte-americana está trabalhando em conjunto com as Forças Democráticas da Síria para criar as novas tropas. O objetivo é formar uma corporação com contingente de 30 mil pessoas.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas