Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan: exército sírio parou de avançar para Afrin

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, declarou que as tropas do governo sírio deixaram de avançar para a cidade de Afrin "após consultas", realizadas pelo líder turco nesta segunda-feira.
Sputnik

As tropas do governo sírio "foram realmente detidas ontem (segunda-feira)", afirmou Erdogan, segundo a agência de notícias Anadolu. Segundo o chefe de Estado, isso aconteceu "após consultas". No entanto, Erdogan não especificou à que consultas estaria se referindo.


Nesta segunda-feira, o líder turco discutiu a situação em Afrin durante conversa telefônica com seus homólogos russo e iraniano, Vladimir Putin e Hassan Rouhani.

Erdogan também afirmou que as milícias pró-governo que tentaram entrar em Afrin nesta terça-feira, e que foram repelidas pelas tropas turcas, o fizeram por iniciativa própria.

"A milícia síria decidiu entrar em Afrin por conta própria. Isso é inaceitável e não ficará sem resposta", alertou Erdogan.

Anteriormente, a imprensa infor…

Ataque aéreo da coalizão liderada pelos EUA mata 15 civis na Síria

Os ataques aéreos da força aérea da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos atingiram áreas residenciais da província síria de Deir ez-Zor, matando 15 civis. A informação foi divulgada pela agência de notícias síria Sana.


Sputnik

De acordo com a publicação, os ataques aéreos foram realizados na última terça-feira. Fontes disseram que as casas de civis na cidade de Al-Bukamal, da província síria de Deir ez-Zor, foram bombardeadas.


Habitantes da cidade de Deir ez-Zor, foto de arquivo - 26 de setembro, 2013
Deir ez-Zor, Síria © AFP 2018/ AHMAD ABOUD

Foi relatado que sete mulheres estão entre os mortos. Além disso, diversas pessoas ficaram gravemente feridas, e o número de vítimas fatais ainda pode aumentar.

Deir ez-Zor, sendo a maior cidade no leste do país e que foi o último bastião do grupo terrorista Daesh, se situa na margem ocidental do Eufrates e é um centro de produção de petróleo na Síria e a capital da província homónima que faz fronteira com o Iraque.


Postar um comentário