Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Avião de reconhecimento dos EUA sobrevoava bases russas na Síria durante ataque de drones

Uma aeronave de reconhecimento norte-americana estava sobrevoando a região de Hmeymim, no momento do ataque de drones à base aérea russa na Síria, informou o ministério da Defesa da Rússia nesta terça-feira.


Sputnik

Uma aeronave de reconhecimento P-8 Poseidon permaneceu na região entre as bases russas de Tartus e Hmeymim por mais de quatro horas e a uma altura de oito mil metros. O órgão russo classificou essa presença de "uma estranha coincidência" e colocou em dúvida as afirmativas do Pentágono de que as tecnologias, usadas no ataque contra a base russa em 6 de janeiro, seriam "de fácil acesso no mercado".


Avião P-8 Poseidon da Marinha dos EUA
P-8 Poseidon da US Navy © AP Photo/ Greg Wood

O ministério da Defesa da Rússia destacou que, "para programar os controles de navegação de um drone do tipo avião, bem como o disparo de munições segundo o sistema GPS" é necessário possuir conhecimentos "de uma boa escola de engenharia de um dos países desenvolvidos".

"Além disso, não é todo mundo que consegue obter coordenadas precisas com base em dados de inteligência espacial", explicou o comunicado das autoridades russas.

Na noite de 6 de janeiro, as bases militares de Hmeymim e de Tartus, na Síria, ambas sob administração russa, repeliram um ataque massivo de drones contra as suas instalações.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas