Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Base aérea russa na Síria repeliu ataque massivo de drones

O ministério da Defesa da Rússia informou que na noite de 6 de janeiro a base aérea de Hmeymim e a base naval em Tartus, ambas sob administração russa, repeliram um ataque massivo de drones terroristas.


Sputnik

"Não há vítimas nem danos ao patrimônio nas instalações militares russas", informou um comunicado do ministério da Defesa.


Pantsir-S1 em ação durante manobras
Pantsir S1 © Sputnik/ Mikhail Fomichev

Dez drones estavam se aproximando da base aérea de Hmeymim e mais três da base naval de Tartus.

As divisões de interceptação eletrônica tomaram o controle de seis drones. Três destes foram pousados em um território sob controle fora da base, outros três explodiram ao entrar em contato com o solo.

Outros sete drones foram eliminados.

"Sete drones foram eliminados por sistemas de defesa anti-aérea Pantsir-S, que estão em prontidão militar 24 horas por dia", informou o órgão.

O comunicado destaca que a base aérea de Hmeymim e a base naval de Tartus continuam a funcionar normalmente.

No dia 31 de dezembro, após um ataque com morteiros realizado por terroristas, dois militares morreram na base aérea de Hmeymim na Síria.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas