Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Helicópteros americanos estariam resgatando terroristas do Daesh de prisão síria

Os helicópteros norte-americanos tiraram terroristas do Daesh de uma prisão na cidade síria de Al-Hasakah, informou uma fonte local à Sputnik.
Sputnik

"Habitantes locais viram do telhado helicópteros estadunidenses aterrissando no território de uma prisão local, controlada pelos curdos, para tirar de lá terroristas do Daesh", afirmou a fonte — que preferiu não ser identificada — em Al-Hasakah à Sputnik Árabe.


Além disso, há informações que os militares norte-americanos estariam trazendo para a prisão várias munições, porque planejam criar no lugar uma base.

Anteriormente, a mídia iraquiana comunicou que helicópteros dos EUA tinham transportado membros do grupo Daesh (proibido na Rússia) da prisão central de Al-Hasakah para sua base perto do povoado Abu Hajar, no leste da Síria.

De acordo com fontes locais, na prisão de Al-Hasakah, muito bem fortificada, estariam encarcerados cerca de 100 terroristas, a maioria de cidadania estrangeira. Especialistas sírios acham que são os mesmos…

Chanceler turco exige retirada imediata das forças americanas da cidade síria de Manbij

O ministro do Exterior da Turquia, Mevlut Cavusoglu, afirmou que os EUA devem empreender passos concretos para provar que pararam de apoiar as forças de autodefesa curdas, YPG, e não apenas o afirmar em sua retórica.


Sputnik

A declaração foi feita em meio à ofensiva turca que está em curso na região síria de Afrin, controlada pelos curdos. A operação turca foi iniciada em 20 de janeiro e provocada, de acordo com Ancara, pela necessidade do país de defender suas fronteiras do "exército terrorista" e das novas "forças de defesa fronteiriça" integradas pelas Forças Democráticas Sírias e YPG e treinadas pelos EUA.


Forças dos EUA em Manbij, Síria, foto de arquivo
Tropas dos EUA em Manbij, Síria © AFP 2018/ DELIL SOULEIMAN

Apesar das repetidas promessas de deixar de fornecer armamentos aos curdos por parte de Washington, Ancara aponta a ausência de evidências consistentes que comprovem estas declarações.

Mais cedo, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse que as forças turcas iriam expulsar os agrupamentos curdos ao longo da fronteira com a Síria, para leste do país, junto à fronteira com o Iraque, incluindo a cidade de Manbij, algo que pode causar uma confrontação com os militares estadunidenses, aliados dos curdos.


Postar um comentário