Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

Comando curdo: Turquia mente sobre o avanço de suas tropas em Afrin

O comando das Forças Democráticas da Síria (FDS), formadas principalmente por tropas curdas, negou as declarações dos militares turcos a respeito do seu avanço no interior do território sírio.


Sputnik

"Os ataques do Estado turco e dos seus mercenários contra Afrin continuam, mas essa invasão ainda não conseguiu progredir nos locais. A imprensa estatal turca afirma que o exército invasor avançou por oito quilômetros. Isso não é verdade. Violentos combates continuam na linha de contato entre as FDS e o exército de ocupação e seus mercenários", informou um comunicado do comando das FDS.


Militantes das Forças Democráticas da Síria
Militantes curdos © AP Photo/ SDF

Segundo os curdos, "apesar dos ataques aéreos do exército turco, as suas tropas não conseguiram avançar por terra e por isso recorrem à divulgação de notícias falsas para levantar a moral dos seus mercenários".

O Estado-Maior das Forças Armadas da Turquia anunciou o lançamento da operação "Ramo de Oliveira" no dia 20 de janeiro. O objetivo é erradicar os grupos curdos curdos em Afrin.

Damasco condenou duramente os avanços das tropas da Turquia em território sírio.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas