Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Combates em Idlib matam 12 soldados governamentais e 10 islamitas

Pelo menos 12 soldados governamentais e 10 combatentes islamitas morreram nesta sexta-feira em combates entre as forças sírias e facções islamitas na província de Idlib, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.


EFE

A ONG detalhou, em comunicado, que os enfrentamentos entre as forças do presidente sírio, Bashar al Assad, e as facções islamitas explodiram esta madrugada na região de Al Zarzur, no sudeste de Idlib, em uma tentativa das tropas governamentais para recuperar essa área, que perdeu ontem.


Resultado de imagem para idlib síria
Idlib, Síria © Twitter: @Conflicts

Os confrontos deixaram dezenas de feridos, segundo acrescentou a ONG em comunicado, no qual não especificou o número.

Com as vítimas de hoje aumentou para 117 o número de mortos nas fileiras das tropas governamentais e das facções islamitas desde o último dia 10 de janeiro, segundo os dados do Observatório.

Além disso, as facções capturaram 31 soldados governamentais entre ontem e hoje.

Quase toda Idlib está em poder do Organismo de Libertação do Levante, ex-filial síria da Al Qaeda, e outros grupos armados.

Os soldados fiéis ao governo de Damasco começaram em 22 de outubro do ano passado uma campanha militar no sudeste de Idlib e no nordeste de Hama.


Postar um comentário