Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Combates em Idlib matam 12 soldados governamentais e 10 islamitas

Pelo menos 12 soldados governamentais e 10 combatentes islamitas morreram nesta sexta-feira em combates entre as forças sírias e facções islamitas na província de Idlib, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.


EFE

A ONG detalhou, em comunicado, que os enfrentamentos entre as forças do presidente sírio, Bashar al Assad, e as facções islamitas explodiram esta madrugada na região de Al Zarzur, no sudeste de Idlib, em uma tentativa das tropas governamentais para recuperar essa área, que perdeu ontem.


Resultado de imagem para idlib síria
Idlib, Síria © Twitter: @Conflicts

Os confrontos deixaram dezenas de feridos, segundo acrescentou a ONG em comunicado, no qual não especificou o número.

Com as vítimas de hoje aumentou para 117 o número de mortos nas fileiras das tropas governamentais e das facções islamitas desde o último dia 10 de janeiro, segundo os dados do Observatório.

Além disso, as facções capturaram 31 soldados governamentais entre ontem e hoje.

Quase toda Idlib está em poder do Organismo de Libertação do Levante, ex-filial síria da Al Qaeda, e outros grupos armados.

Os soldados fiéis ao governo de Damasco começaram em 22 de outubro do ano passado uma campanha militar no sudeste de Idlib e no nordeste de Hama.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas