Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Novas incursões sauditas matam 5 civis iemenitas em Hudaydah

Pelo menos cinco civis foram mortos e vários outros ficaram feridos quando caças da Arábia Saudita realizaram uma série de ataques aéreos contra um bairro residencial na província costeira de Hudaydah, no Iêmen, enquanto o regime de Riad continua com sua campanha de bombardeio contra seu vizinho empobrecido.
Pars Today

Fontes locais, falando sob condição de anonimato, disseram à rede de televisão al-Masirah que aviões militares sauditas lançaram três ataques aéreos contra uma área no distrito de al-Hali, localizada a 150 quilômetros a sudoeste da capital Sana, na quinta-feira. tarde.


As fontes acrescentaram que cinco pessoas perderam a vida nos ataques, enquanto outras sofreram ferimentos.

Durante o dia, aviões de guerra sauditas atingiram o aeroporto de Sa'ada e a base militar de Kahlan, situada a 3 quilômetros a nordeste da cidade montanhosa do noroeste de Saada, com bombas de fragmentação.

Coreias retomam comunicações militares após reunião de terça-feira

Os exércitos das duas Coreias se comunicaram nesta quarta-feira pela primeira vez em quase dois anos através de uma linha reativada de Pyongyang a Seul na sua histórica reunião de alto nível ocorrida ontem.


EFE

Ambos exércitos realizaram hoje testes de troca de mensagens através da linha recentemente restaurada, confirmou à Agência Efe um porta-voz do Ministério da Defesa.


Soldados do Exército da Coreia do Sul durante desfile, em setembro de 2017. EFE/JEON HEON-KYUN
Soldados do Exército da Coreia do Sul durante desfile, em setembro de 2017. EFE/JEON HEON-KYUN

A linha está destinada a comunicações militares na região em torno do Mar Amarelo (chamado de Mar Ocidental nas duas Coreias) e Pyongyang tinha deixado de utiliza-la em fevereiro de 2016, como forma de protesto pelo fechamento do complexo intercoreano de Kaesong, feito por Seul como castigo pelo desenvolvimento armamentístico de Pyongyang.

No entanto, a Coreia do Norte informou ontem ao país vizinho, durante o encontro, que tinha reconectado esta via de comunicação.

Durante a reunião, Pyongyang também aceitou a proposta de Seul de realizar futuras conversações de categoria militar para atenuar os ânimos em torno da tensa fronteira entre os dois países, que tecnicamente estão em guerra há 65 anos.


Postar um comentário