Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Croácia negocia compra de caças F-16 usados de Israel por US$ 500 milhões

A Croácia está próxima de fechar um acordo de até US$ 500 milhões para comprar caças F-16 usados de Israel, informa o Jerusalem Post nesta sexta-feira (26).


Sputnik

O objetivo é aposentar sua frota de 21 caças soviéticos MiG 21. Com 60 anos, apenas seis destas aeronaves estão funcionais.


Resultado de imagem para f-16 israel
F-16 de Israel decolando | Reprodução

A Croácia analisou as propostas de Estados Unidos, Israel, Coreia do Sul, Suécia e Grécia. Mas, no momento, o cenário mais provável é a compra dos caças de Israel.

"Este desenvolvimento é outra expressão dos laços profundos entre os dois países", disse o escritório do primeiro-ministro Israel, Bejamin Netanyahu, em comunicado.

Israel aposentou seus caças F-16 A/B em 2016, mas ainda utiliza os F-16 C/D mais modernos e modificados. Não foi divulgado quais dos dois modelos estão sendo negociados com os croatas.

Falando com a publicação Star and Stripes, o analista militar croata Denis Kuljist afirmou que o MiG 21 foi "um grande avião durante a guerra de independência da Croácia" de 1991 a 1995. Hoje, todavia, o caça soviético está defasado, alerta Kuljist.

O MiG 21 é o avião de combate supersônico mais produzido na história.


Comentários

Postagens mais visitadas