Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Destróier da Marinha estadunidense entra no mar Negro

O destróier da Marinha dos EUA Carney virou o primeiro navio norte-americano a entrar no mar Negro em 2018, informa o jornal ucraniano Dumskaya.


Sputnik

Antes, este mesmo navio visitou a Ucrânia no âmbito das manobras Sea Breeze 2017 em julho do ano passado. O presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, realizou uma visita a bordo desse navio. Destaca-se que, provavelmente, o navio entrará novamente no porto de Odessa.


Destróier norte-americano USS Carney, foto de arquivo
USS Carney © Foto: US Navy/Paul Farley

As fotos do navio também foram publicadas pelo portal turco Yoruk Isik na conta do Twitter que informa sobre o movimento de navios militares através do Bósforo.

Os destróieres da classe Arleigh Burke, à qual pertence o USS Carney, estão entre os de maior tamanho e poder de fogo construídos nos EUA. Eles estão armados com dois lançadores do sistema Aegis, que permitem transportar até 56 mísseis de cruzeiro Tomahawk, que por sua vez podem ser equipados com ogivas nucleares. No navio está também embarcado um helicóptero SH-60 Seahawk. A tripulação desta classe de destróieres é constituída por 337 homens.


Postar um comentário