Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Destróier da Marinha estadunidense entra no mar Negro

O destróier da Marinha dos EUA Carney virou o primeiro navio norte-americano a entrar no mar Negro em 2018, informa o jornal ucraniano Dumskaya.


Sputnik

Antes, este mesmo navio visitou a Ucrânia no âmbito das manobras Sea Breeze 2017 em julho do ano passado. O presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, realizou uma visita a bordo desse navio. Destaca-se que, provavelmente, o navio entrará novamente no porto de Odessa.


Destróier norte-americano USS Carney, foto de arquivo
USS Carney © Foto: US Navy/Paul Farley

As fotos do navio também foram publicadas pelo portal turco Yoruk Isik na conta do Twitter que informa sobre o movimento de navios militares através do Bósforo.

Os destróieres da classe Arleigh Burke, à qual pertence o USS Carney, estão entre os de maior tamanho e poder de fogo construídos nos EUA. Eles estão armados com dois lançadores do sistema Aegis, que permitem transportar até 56 mísseis de cruzeiro Tomahawk, que por sua vez podem ser equipados com ogivas nucleares. No navio está também embarcado um helicóptero SH-60 Seahawk. A tripulação desta classe de destróieres é constituída por 337 homens.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas