Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel realiza novos bombardeios na Faixa de Gaza após queda de foguete

Aviação israelense atacou instalações subterrâneas em Gaza. Foguete disparado de Gaza caiu em cidade israelense sem causar vítimas.
France Presse

Aviões de guerra israelenses realizaram novos ataques na madrugada desta segunda-feira (19) na Faixa de Gaza, onde a tensão foi reduzida, mas sem dissipar todo o fantasma de um novo confronto.

A aviação israelense atacou instalações subterrâneas no sul do território do movimento palestino Hamas, afirmou em um comunicado.

Israel respondeu assim ao disparo de um foguete lançado no domingo à noite a partir da Faixa de Gaza - o segundo em 24 horas - e que caiu sem causar vítimas nas proximidades de Sderot, cidade israelense perto do enclave palestino.

O exército de Israel manteve sua política de resposta sistemática a qualquer intervenção hostil a partir dos territórios palestinos, onde travou três guerras contra o Hamas e grupos armados palestinos aliados desde 2008.

Israel usará "todos os meios à sua disposição" para garantir a segurança d…

Dias após Havaí, Japão emite alarme falso sobre lançamento de míssil

A emissora pública japonesa NHK emitiu um alarme falso sobre um lançamento de míssil da Coreia do Norte nesta terça-feira, mas conseguiu corrigir o erro dentro de minutos, dias após uma falha similar provocar pânico no Havaí.


Kiyoshi Takenaka | Reuters

TÓQUIO (Reuters) - Não ficou imediatamente claro o que provocou o erro. “Nós ainda estamos checando”, disse um porta-voz da NHK.


Resultado de imagem para Alarme falso da emissora pública do Japão sobre lançamento de míssil pela Coreia do Norte é visto em celular, em Tóquio 16/01/2018 REUTERS/Kim Kyung-Hoon
Alarme falso da emissora pública do Japão sobre lançamento de míssil pela Coreia do Norte é visto em celular, em Tóquio 16/01/2018 REUTERS/Kim Kyung-Hoon

O alerta emitido às 18h55 (horário local) pela NHK dizia: “A Coreia do Norte aparentemente lançou um míssil... O governo solicita que as pessoas se abriguem dentro de prédios ou abaixo do solo”.

O mesmo alerta foi enviado para celulares de usuários do serviço online de distribuição de notícias da NHK.

Em cinco minutos, a emissora enviou outra mensagem se corrigindo.

As tensões na região têm crescido após a Coreia do Norte realizar em setembro seu sexto e maior teste nuclear, e em novembro ter dito que testou com sucesso um novo tipo de míssil balístico intercontinental que pode alcançar todo território dos Estados Unidos. A Coreia do Norte regularmente ameaça destruir o Japão e os EUA.

Não houve relatos imediatos sobre pânico ou interrupções de serviços após o alerta da emissora japonesa.

No caso do Havaí, erro humano e uma falta de medidas de salvaguarda durante um exercício de alerta levaram a um alarme falso de míssil que gerou pânico no fim de semana, segundo um porta-voz da agência de gerenciamento de emergência do Estado norte-americano.

Falando sobre a origem do alarme falso de sábado, que seguiu sem correção por quase 40 minutos, o porta-voz Richard Rapoza disse que um funcionário enviou o alerta de míssil por engano. O funcionário foi “temporariamente transferido” para outras funções após o equívoco.


Postar um comentário