Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Su-57 russo supera caças de 5ª geração F-22 e F-35 dos EUA, diz piloto militar

O uso de caças F-22 pela Força Aérea dos EUA na Síria privou este modelo de suas vantagens sobre aeronaves russas, segundo a mídia norte-americana. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, um piloto militar russo comentou a situação.
Sputnik

A utilização de caças norte-americanos F-22 na Síria privou os EUA das vantagens destes caças em relação aos caças russos, escreveu o jornal Military Watch. Segundo Veralinn Jamieson, tenente-general da Força Aérea dos EUA, os céus do Iraque e da Síria se tornaram "armazém de informações" para russos sobre atuação de caças estadunidenses durante operações.

Segundo o autor do artigo, os russos tiveram bastante tempo para analisar e testar a tecnologia de furtividade dos F-22, além de terem coletado dados sobre o uso da aeronave e encontrado meios de combatê-la. Além disso, a Rússia poderá usar essas tecnologias na fabricação de suas aeronaves.

O artigo enfatiza que os radares dos sistemas de mísseis antiaéreos S-300 e S-400 da Rússia …

Erdogan anuncia oficialmente início da operação militar em Afrin

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou início oficial da operação militar em Afrin.


Sputnik

De acordo com o presidente turco, a operação militar já começou, de fato, no terreno.


Presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan durante discurso
Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan © AFP 2018/ ADEM ALTAN / AFP

"A operação antiterrorista começou, de fato, em Afrin", declarou Erdogan, discursando na província de Kutahya.

Segundo ele indicou, a operação seguinte será realizada na cidade síria de Manbij.

Segundo informa a agência Anadolu, o presidente turco destacou que o "Ocidente deve entender que a Turquia é um aliado que deve ser tomado em conta e com o qual é preciso cooperar na região".

Mais cedo, em uma entrevista ao canal Haberturk, o ministro da Defesa turco, Nurettin Canikli, afirmou que ataques mútuos, realizados na fronteira entre a Turquia e a Síria, deram início à operação militar na província de Afrin.

O ministro também destacou que a operação militar tem como objetivo eliminar todos os "corredores terroristas".

Segundo Canikli, "a operação em Afrin é um direito da Turquia, garantido pelo direito internacional". Ele também frisou que hoje em dia a Turquia está assegurando as condições necessárias para a realização da campanha.


Postar um comentário