Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Estados Unidos suspendem ajuda financeira ao Paquistão 'por motivos de segurança'

Os Estados Unidos congelaram U$255 milhões de dólares em financiamento para o Paquistão, alegando uma posição contraditória do país asiático no combate ao terrorismo e alertou Islamabad a redobrar seus esforços na luta contra o extremismo se desejar ajuda financeira em Washington no futuro.


Sputnik

"Suspendemos hoje a assistência financeira por questões de segurança", disse a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, explicando que as medidas tomadas pelas autoridades paquistanesas para combater os grupos terroristas que operam "dentro e fora de seu território" foram insuficientes. "O Paquistão deve tomar medidas mais decisivas", disse Nauert.


The flag of Pakistan and American flags (File)
Bandeiras do Paquistão e dos EUA © AFP 2017/ MARK RALSTON

O Departamento de Estado disse que Islamabad está ciente do que é necessário e que a decisão envolve anuência ao grupo de insurgentes islâmicos Haqqani, acusados ​​de perpetrar ataques sangrentos contra as tropas dos EUA no Afeganistão.

Donald Trump já tinha prometido interromper a ajuda de mais "mais de 33 bilhões de dólares enviados nos últimos 15 anos", de acordo com estimativas do gabinete do presidete. Segundo o chefe da Casa Branca, Islamabad "fornece refúgio seguro para dois terroristas" que fogem do Afeganistão.


Postar um comentário