Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

EUA confirmam que 4 americanos morreram em ataque a hotel em Cabul

Quatro americanos morreram e dois ficaram feridos no ataque realizado por talibãs no último fim de semana no Hotel Internacional de Cabul, capital do Afeganistão, no qual morreram 20 pessoas no total.


EFE

As informações foram confirmadas nesta quarta-feira pela porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, em um breve comunicado à imprensa. Ela também informou que outras informações sobre as vítimas não serão divulgadas por respeito às famílias.


Hotel Intercontinental após o ataque. EFE/Hedayatullah Amid
Hotel Intercontinental após o ataque. EFE/Hedayatullah Amid

No total, 20 civis, entre eles 14 estrangeiros, morreram no ataque. A ação das forças de segurança evitou que pelo menos 151 pessoas fossem vítimas dos talibãs no atentado.

Grande parte dos estrangeiros que morreram eram funcionários da companhia aérea afegã Kam Air.

O ataque ao Hotel Internacional, que já tinha sido alvo de um atentado em 2011, começou na noite de sábado e durou mais de 12 horas. As forças de segurança conseguiram matar o último dos seis talibãs que invadiram o edifício.

Os talibãs reivindicaram a autoria do ataque através do comunicado e afirmaram que os membros do grupo identificaram "cuidadosamente" as vítimas, matando cidadãos de "países invasores" e representantes do governo do Afeganistão.

O Ministério do Interior do Afeganistão responsabilizou a Rede Haqqani, uma das organizações que faz parte dos talibãs, pelo ataque. Segundo os governos afegão e americano, membros da Rede Haqqani se refugiam no território do Paquistão.

Os EUA decidiram suspender os auxílios para a segurança do Paquistão no início do ano até que o país adote "medidas decisivas" para lutar contra o terrorismo.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas