Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Seul celebra decisão de Pyongyang em suspender testes nucleares e de mísseis

Presidente sul-coreano Moon Jae-in e o líder norte-coreano Kim Jong-un irão se encontrar na próxima sexta-feira (27).
EFE

O governo da Coreia do Sul qualificou neste sábado (21) como um "progresso significativo" para a desnuclearização da Coreia do Norte a decisão do regime de Pyongyang de suspender os seus testes atômicos e de mísseis, assim como o fechamento de seu centro de testes nucleares.

Em um comunicado enviado pelo gabinete presidencial sul-coreano, Seul considerou que "a decisão da Coreia do Norte é significativa para a desnuclearização da península coreana" e disse, além disso, que "ajudará a criar um ambiente muito positivo para o sucesso das próximas cúpula intercoreana e entre o Norte e Estados Unidos".

O governo sul-coreano se comprometeu em preparar o iminente encontro entre seu presidente, Moon Jae-in, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, previsto para o próximo dia 27, de modo a "liderar o caminho para a desnuclearização e paz duradour…

EUA deslocam 1.000 militantes curdos para a fronteira entre Turquia e Síria

O exército dos EUA teria deslocado cerca de 1.000 combatentes do Partido da União Democrática (PYD) Curdo para a região síria de Tel Abyad, na fronteira com a Turquia.


Sputnik

De acordo com a Agência Anadolu, o exército dos EUA realizou operações de reconhecimento na fronteira turco-síria antes da implantação das forças.


Tanques do exército da Turquia perto da fronteira síria
Tanques do exército turco na fronteira com a Síria © AFP 2018/ BULENT KILIC

Anteriormente, a coalizão liderada pelos EUA anunciou que iria estabelecer uma força de segurança na fronteira com 30.000 soldados controlada pelas Forças Democráticas da Síria e liderada pelas Unidades de Proteção Popular (YPG) curdas na Síria, o que já desencadeou críticas por parte da Turquia.

No entanto, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, afirmou mais tarde que os Estados Unidos não estavam criando uma força de segurança da fronteira, dizendo que a questão tinha sido "mal interpretada".

A Turquia ameaçou lançar uma operação em Afrin contra os combatentes curdos sírios na semana passada, depois que os EUA anunciaram sua decisão de começar a treinar uma força de segurança da fronteira.


Postar um comentário