Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

EUA deslocam 1.000 militantes curdos para a fronteira entre Turquia e Síria

O exército dos EUA teria deslocado cerca de 1.000 combatentes do Partido da União Democrática (PYD) Curdo para a região síria de Tel Abyad, na fronteira com a Turquia.


Sputnik

De acordo com a Agência Anadolu, o exército dos EUA realizou operações de reconhecimento na fronteira turco-síria antes da implantação das forças.


Tanques do exército da Turquia perto da fronteira síria
Tanques do exército turco na fronteira com a Síria © AFP 2018/ BULENT KILIC

Anteriormente, a coalizão liderada pelos EUA anunciou que iria estabelecer uma força de segurança na fronteira com 30.000 soldados controlada pelas Forças Democráticas da Síria e liderada pelas Unidades de Proteção Popular (YPG) curdas na Síria, o que já desencadeou críticas por parte da Turquia.

No entanto, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, afirmou mais tarde que os Estados Unidos não estavam criando uma força de segurança da fronteira, dizendo que a questão tinha sido "mal interpretada".

A Turquia ameaçou lançar uma operação em Afrin contra os combatentes curdos sírios na semana passada, depois que os EUA anunciaram sua decisão de começar a treinar uma força de segurança da fronteira.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas