Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil abre processo administrativo para apurar vídeo de militares dançando 'Jenifer' em navio

Em nota, a Marinha informou que e 'foi constatado comportamento completamente incompatível com as tradições' e que irá apurar o ocorrido.
Por G1 Rio

A Marinha do Brasil instaurou um processo administrativo para apurar um vídeo em que um grupo de militares aparece dançando a música "Jenifer" em um navio oficial.


A embarcação, segundo a Marinha, é o Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito, que fica sediado no Rio de Janeiro. A gravação foi feita durante o estágio de mar de militares.

Em nota, a Marinha informou que "foi constatado comportamento completamente incompatível com as tradições da Marinha" e que, para ampliar a apuração do ocorrido, foi instaurado um procedimento administrativo "cuja conclusão, certamente, conterá as propostas pertinentes às necessárias correções no inaceitável comportamento".

Assista o vídeo

EUA deslocam 1.000 militantes curdos para a fronteira entre Turquia e Síria

O exército dos EUA teria deslocado cerca de 1.000 combatentes do Partido da União Democrática (PYD) Curdo para a região síria de Tel Abyad, na fronteira com a Turquia.


Sputnik

De acordo com a Agência Anadolu, o exército dos EUA realizou operações de reconhecimento na fronteira turco-síria antes da implantação das forças.


Tanques do exército da Turquia perto da fronteira síria
Tanques do exército turco na fronteira com a Síria © AFP 2018/ BULENT KILIC

Anteriormente, a coalizão liderada pelos EUA anunciou que iria estabelecer uma força de segurança na fronteira com 30.000 soldados controlada pelas Forças Democráticas da Síria e liderada pelas Unidades de Proteção Popular (YPG) curdas na Síria, o que já desencadeou críticas por parte da Turquia.

No entanto, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, afirmou mais tarde que os Estados Unidos não estavam criando uma força de segurança da fronteira, dizendo que a questão tinha sido "mal interpretada".

A Turquia ameaçou lançar uma operação em Afrin contra os combatentes curdos sírios na semana passada, depois que os EUA anunciaram sua decisão de começar a treinar uma força de segurança da fronteira.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas