Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

EUA e Ucrânia podem produzir armas em conjunto, diz Poroshenko

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, declarou nesta sexta-feira (26) que concordou com o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, durante uma reunião em Davos, sobre as novas etapas de cooperação na esfera da Defesa entre os dois países.


Sputnik

"Vemos hoje novas oportunidades de cooperação no domínio da defesa e concordamos hoje em certas etapas dessa cooperação", disse Poroshenko.


Exército da Ucrânia
Exército da Ucrânia © AP Photo/ Efrem Lukatsky

Ele observou que não se trata apenas do fornecimento de armas por parte dos EUA, mas também sobre produção conjunta, exercícios e outras questões.

Poroshenko destacou também que já está ciente das datas para o fornecimento de armas dos EUA para a Ucrânia, mas sem não divulgou para a imprensa.

"Conheço todas as datas e ninguém nos esconde. Como vocês entendem, como estamos falando de armas, de cooperação em Defesa, não é que eu não queira, mas não estou exatamente interessado em divulgar", disse Poroshenko.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas