Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Exército sírio luta contra Frente al-Nusra em Idlib

Tropas governamentais da Síria estão travando luta sangrenta contra as unidades da organização terrorista Frente al-Nusra (proibida na Rússia) perto da base aérea Abu al-Duhur, no sudeste da província de Idlib, disse à Sputnik uma fonte próxima do local dos acontecimentos.


Sputnik

"As batalhas sangrentas contra os militantes da Frente al-Nusra agora ocorrem nas proximidades da base aérea, acompanhadas por ataques aéreos e de artilharia", contou a fonte.


Soldados de oposição estão preparando munições na província de Idlib na Síria
Terroristas da Frente al-Nusra em Idlib, Síria © AFP 2017/ Khan Shaykhun

Segundo ela, as unidades do exército sírio conseguiram no dia anterior, expulsar os terroristas das 12 aldeias, chegando assim muito perto do perímetro do aeródromo militar.

Os terroristas conquistaram a base Abu al-Duhur em setembro de 2015. Hoje em dia, a base está sob controle dos militantes da Frente al-Nusra, Hizb ut-Tahrir e outras organizações terroristas.

A Síria está em guerra civil desde 2011. As forças do governo têm lutado contra várias facções da oposição armada, bem como grupos terroristas como o Daesh (também proibido na Rússia) e a Frente al-Nusra.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas