Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Exército turco elimina 400 curdos e militantes do Daesh em Afrin

A operação turca Ramo de Oliveira, lançada em 20 de janeiro na cidade síria de Afrin contra grupos curdos apoiados pelos EUA, entra em seu sétimo dia.


Sputnik

O exército turco eliminou 394 combatentes curdos e terroristas do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países), enquanto a aviação do país destruiu 340 alvos, informou neste sábado (27), o Estado-Maior turco.


Soldados turcos na Síria (foto de arquivo)
Tropas turcas na Síria © AFP 2018/ BULENT KILIC

"Desde o início da operação Ramo de Oliveira, a Força Aérea turca destruiu 340 alvos pertencentes ao Partido de União Democrática, Unidades de Proteção Popular e Daesh, tendo eliminado 394 combatentes. Ao mesmo tempo, três soldados turcos foram mortos e 30 ficaram feridos. Para além disso, 13 militantes do Exército Livre da Síria foram mortos e 24 ficaram feridos", se lê no comunicado obtido pela Sputnik no qual foi enfatizado que a operação está sendo realizada conforme o planejado.

O presidente turco, President Recep Tayyip Erdogan, afirmou que Ancara poderá estender a operação na Síria para leste, até à fronteira com o Iraque, enfatizando que o país "limparia completamente a região dos terroristas, começando por Manbij e ao longo de toda a fronteira [com a Síria]".

Em 20 de janeiro, o Estado-Maior turco anunciou o início da operação Ramo de Oliveira contra os grupos curdos na cidade síria de Afrin. No domingo (21), o primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, declarou que a operação terrestre em Afrin havia começado. Além da Turquia, das ações militantes participam combatentes do Exército Livre da Síria.

Damasco condenou fortemente as ações da Turquia, frisando que Afrin é parte integrante da Síria. Moscou apelou a que todos os lados mostrem contenção e respeitem a integridade territorial síria.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas