Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Força Aérea dos EUA publica VÍDEO da escolta de Su-30 russos

A Força Aérea estadunidense publicou a filmagem de uma escolta de dois caças russos sobre a região do Báltico. Segundo afirma o Pentágono os incidentes ocorreram em 23 de novembro e 13 de dezembro do ano passado.


Sputnik

Trata-se de uma montagem de vários trechos. O primeiro mostra como os pilotos americanos são chamados de emergência na base aérea lituana de Zokniai.


Resultado de imagem para f-15 usaf
F-15 Strike Eagle da USAF | Reprodução

A segunda parte mostra como dois caças F-15 da Força Aérea dos EUA decolam para interceptar dois caças russos Su-30, supostamente da Marinha da Rússia, "no espaço aéreo internacional do Báltico" em 23 de novembro. "A interceptação foi realizada por os aviões russos não terem enviado os códigos exigidos, bem como os planos de voo", diz o anúncio.

Outra parte mostra um incidente parecido que, segundo se afirma, teve lugar em 13 de dezembro. Destaca-se que a interceptação foi realizada "de modo profissional em conformidade com todas as regras e padrões de segurança de voos".

Em ambos os casos a escolta foi realizada por pilotos da 493ª esquadrilha do 48º grupo da Força Aérea dos EUA que está estacionado na base de Lakenheath, Reino Unido. Os aviões estadunidenses participam de operações da OTAN para garantir a segurança do espaço aéreo dos países do Báltico.



Postar um comentário