Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Chefe da ONU diz que é essencial evitar escalada de tensões no Irã

O chefe da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, alertou neste domingo que é essencial evitar “qualquer forma de escalada” das tensões no Golfo, em meio a temores de um conflito após a derrubada de um drone norte-americano pelo Irã na semana passada.
Por Catarina Demony | Reuters

LISBOA (Reuters) - “O mundo não pode permitir um grande confronto no Golfo”, disse Guterres, nos bastidores da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, em Lisboa . “Todos devem manter nervos de aço.”

Na quinta-feira, um míssil iraniano destruiu um drone de vigilância dos EUA, em um incidente que o governo norte-americano disse que aconteceu no espaço aéreo internacional.

Trump disse mais tarde que ordenou o cancelamento de um ataque militar em retaliação pela ação que poderia ter resultado em 150 mortes.

Teerã repetiu no sábado que o drone foi abatido sobre seu território e disse que responderia com firmeza a qualquer ameaça dos EUA.

Os comentários de Guterres vêm um dia depois…

General estoniano acusa Rússia de preparar uma 'guerra de grande escala' contra OTAN

O comandante das Forças Armadas da Estônia declarou em uma entrevista para jornal alemão Bild que a Rússia está se preparando para uma guerra contra países da OTAN.


Sputnik

Segundo o general-tenente Riho Terras, durante as manobras Zapad 2017, Moscou treinava uma campanha militar contra a Aliança Atlântica na Europa.


Soldado estoniano participa dos exercícios militares anuais em conjunto com as tropas da OTAN, Estônia (foto de arquivo)
Soldado estoniano © AFP 2017/ RAIGO PAJULA

"Ela [campanha] foi dirigida não apenas contra países bálticos, mas contra todos os países do mar do Norte ao mar Negro. A escala dos treinamentos superou significativamente àquela que foi anunciada", afirmou general.

Ele destacou que as manobras Zapad 2017 foram a simulação de um "ataque de grande escala contra a OTAN".

Contudo, ele sublinhou que as tropas estonianas estão prontas para qualquer cenário, no entanto, elas apenas podem "agir com eficácia" com o apoio das forças armadas dos países aliados.

Os exercícios estratégicos Zapad 2017 ocorreram entre 14 e 20 de setembro no território da Bielorrússia e em três regiões da Rússia.

As manobras causaram preocupações nos países da OTAN e entre as autoridades da Ucrânia, que se queixam da falta de transparência nas manobras. Entretanto, a chancelaria russa, comentando sobre o assunto, afirmou que o número de efetivos e equipamentos envolvidos nas manobras Zapad 2017 não atinge o nível sujeito à observação obrigatória prevista no Documento de Viena da OSCE de 2011.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas