Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Helicóptero militar dos EUA faz aterrissagem de emergência no Japão

Hoje (8), o helicóptero militar norte-americano AH1 fez uma aterrissagem de emergência na província do sul do Japão, em Okinawa, comunica a emissora de televisão NHK.


Sputnik

Segundo a NHK, a polícia relatou sobre o acidente, notando que não houve feridos. O helicóptero aterrissou perto da estação de tratamento de resíduos, não muito longe de um hotel local.


Helicóptero militar dos EUA AH1-Huey no aeroporto de Candaar, Afeganistão (foto de arquivo)
Helicóptero AH-1 Huey © AP Photo/ Marco Di Lauro

Um incidente parecido acorreu no sábado (6) com outro helicóptero UH1 das tropas dos EUA em Okinawa em uma pequena ilha perto da cidade de Uruma.

Em dezembro de 2017, em uma das escolas em Okinawa, caiu a janela do helicóptero de 7,7 kg das Forças Armadas norte-americanas, ferindo uma criança. Após o incidente os voos destes helicópteros foram suspensos, mas retomados dentro de uma semana.

Ainda antes, no telhado de um jardim de infância em Okinawa, caiu da hélice do helicóptero norte-americano uma pastilha de plástico de 9,5 centímetros de comprimento e 7,5 centímetros de diâmetro.

Em outubro, em Okinawa caiu o helicóptero de passageiros CH-53E da base dos EUA.

De acordo com os dados da prefeitura, antes apresentados à Sputnik, em Okinawa existem 25,8 mil militares norte-americanos e 19 mil membros de suas famílias e civis dos EUA. Lá estão concentradas 70% de todas as instalações militares dos EUA no Japão, levando em conta o território ocupado por eles, embora a própria Okinawa constitua somente 1% de todo o território do Japão.

As autoridades de Okinawa querem a retirada das bases norte-americanas da região.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas