Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Houthis iemenitas derrubam avião da coalizão liderada pela Arábia Saudita

Um avião da coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita foi derrubado neste domingo (7) na região controlada pelos Houthis, na província de Saada, no norte do Iêmen.


Sputnik

A agência do movimento Houthi, Saba, informou que o caça foi derrubado pelas forças de defesa aérea rebelde, especificando que a aeronave era um caça britânico do tipo Tornado.


Ataque aérea na capital do Iêmen
Ataque aéreo na capital do Iêmen © REUTERS/ Khaled Abdullah

Ao mesmo tempo, o canal Al-Arabiya informou que a queda do avião foi provada por um acidente, acrescentando que os dois pilotos sobreviveram.

O conflito armado no Iêmen dura desde 2014. Nele se enfrentam por um lado os rebeldes houthis do movimento xiita de Ansar Allah e, por outro, as tropas governamentais e milícia leal ao presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi. As autoridades recebem apoio do ar e por terra da coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita, e até há pouco, os houthis eram apoiados pelas forças militares leais ao ex-presidente Ali Abdullah Saleh.

Nos finais de novembro, entre os houthis e Saleh ocorreu um conflito que levou à morte de Saleh em 4 de dezembro.


Postar um comentário