Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Houthis teriam derrubado avião militar saudita sobre capital do Iêmen

A mídia local reportou que os houthis iemenitas conseguiram derrubar um avião militar da Arábia Saudita sobre a capital do Iêmen, Sanaa.


Sputnik

Os houthis derrubaram o caça F-15 equipado com um míssil ar-terra, informou a agência do movimento hothis, Saba, citando o comunicado do exército.


Situação no Iêmen (foto de arquivo)
© AP Photo/ Hani Mohammed

O incidente ocorreu um dia após outro avião saudita ter sido derrubado na região controlada pelos houthis, na província de Saada, no norte do Iêmen. A coalizão saudita insiste que o incidente ocorreu devido a problemas técnicos, enquanto os houthis afirmam que o avião foi derrubado por meios da defesa aérea.

O Iêmen vem enfrentando um conflito violento entre as forças governamentais lideradas pelo presidente do país, Abd Rabbuh Mansur Hadi, e o movimento houthis, também conhecido como Ansar Allah.

Desde o segundo trimestre de 2015, a coalizão liderada pela Arábia Saudita tem realizado a operação contra os houthis visando restaurar o governo de Hadi. Por sua vez, as forças houthis respondem regularmente com ataques de mísseis contra a infraestrutura e cidades da Arábia Saudita.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas