Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan diz que Turquia continuará operação na Síria, pactuada com Moscou

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira que seu país não interromperá sua operação militar lançada no sábado contra as milícias curdas aliadas dos Estados Unidos no norte da Síria e insistiu que esta operação está pactuada com a Rússia.
EFE

"Não vamos retroceder em Afrin. Falamos com os russos e há consenso", disse o político islamita em relação à região do norte da Síria nas mãos das milícias curdas Unidades de Proteção do Povo (YPG), que Ancara considera terroristas e aliadas da guerrilha curda da Turquia, o PKK.


Erdogan voltou a acusar os EUA de armar e apoiar as YPG, aliadas de Washington contra o grupo jihadista Estado Islâmico.

"Não são honestos conosco. Continuaremos o nosso caminho no marco das conversações que mantemos com a Rússia", apontou.

"Queríamos comprar armas (com os EUA). Não nos deram e entregaram as mesmas armas a organizações terroristas. Que tipo de aliança estratégica é essa?", afirmou o presidente da T…

Houthis teriam derrubado avião militar saudita sobre capital do Iêmen

A mídia local reportou que os houthis iemenitas conseguiram derrubar um avião militar da Arábia Saudita sobre a capital do Iêmen, Sanaa.


Sputnik

Os houthis derrubaram o caça F-15 equipado com um míssil ar-terra, informou a agência do movimento hothis, Saba, citando o comunicado do exército.


Situação no Iêmen (foto de arquivo)
© AP Photo/ Hani Mohammed

O incidente ocorreu um dia após outro avião saudita ter sido derrubado na região controlada pelos houthis, na província de Saada, no norte do Iêmen. A coalizão saudita insiste que o incidente ocorreu devido a problemas técnicos, enquanto os houthis afirmam que o avião foi derrubado por meios da defesa aérea.

O Iêmen vem enfrentando um conflito violento entre as forças governamentais lideradas pelo presidente do país, Abd Rabbuh Mansur Hadi, e o movimento houthis, também conhecido como Ansar Allah.

Desde o segundo trimestre de 2015, a coalizão liderada pela Arábia Saudita tem realizado a operação contra os houthis visando restaurar o governo de Hadi. Por sua vez, as forças houthis respondem regularmente com ataques de mísseis contra a infraestrutura e cidades da Arábia Saudita.


Postar um comentário