Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Primeiro voo do Aero L-159T2

A Aero Vodochody realizou o primeiro voo do treinador a jato L-159T2 de dois lugares em 1º de agosto. O voo de 30 minutos foi conduzido pelos pilotos de testes da empresa Vladimír Kvarda e David Jahoda.
Poder Aéreo

A Força Aérea Tcheca encomendou três exemplares em 2016, que devem ser entregues até o final deste ano. As aeronaves L-159 são operadas pelas forças aéreas tcheca e iraquiana, pela empresa americana Draken International e, no passado, foram alugadas pela Força Aérea Húngara para treinamento de pilotos.

Estas novas aeronaves de assento duplo T2 têm uma fuselagem central e dianteira recém-construída e apresentam várias melhorias significativas, principalmente em equipamentos de cockpit e sistema de combustível, e são totalmente compatíveis com o NVG. Cada cockpit é equipado com duas telas multifuncionais e um assento de ejeção VS-20 atualizado. A aeronave também pode oferecer uma capacidade de reabastecimento sob pressão. O radar GRIFO, já em uso na versão de um único assento, a…

Irã pretende criar coalizão com Rússia contra EUA

O assistente do líder supremo do Irã aiatolá Ali Khamenei, general-major Yahya Rahim Safavi, propôs criação de uma coalizão envolvendo a Rússia para resistir às ações dos EUA, informou a agência de notícias iraniana Fars.


Sputnik

"O Irã, ao criar uma aliança regional, que além da Rússia e Síria incluirá o Paquistão e Iraque, poderá resistir à coalizão norte-americana", afirmou Safavi, citado pela mídia.


Torre Milad em Teerã
Torre Milad em Teerã, Irã © Sputnik/ Vladimir Fedorenko

De acordo com o assistente, a estratégia dos EUA para este ano é "preservar conflitos na região", bem como expandir lucros para Washington nas esferas política, econômica e militar.

Segundo Safavi, os EUA com uma "formação de 30 mil efetivos" tencionam colaborar na criação de uma região autônoma curda. Suas ações, para o general, violam integridade territorial do país.

Anteriormente, a mídia comunicou que a coalizão liderada pelos EUA teria começado a criar na Síria Força de Segurança da Fronteira (BSF), juntamente com as Forças Democráticas da Síria (FDS). As FDS foram criadas em 2015, com o apoio ativo dos EUA alegadamente para combater o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países). A formação, composta principalmente por curdos sírios, recebia armas da coalizão encabeçada pelos EUA.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas