Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA entregam helicópteros com falha na detecção de alvos para Coreia do Sul

Os radares de controle de tiro, integrados aos helicópteros Apache, não foram capazes de detectar alvos inimigos devido a falhas no software, além da falta de detecção naval, diz a mídia.
Sputnik

A Coreia do Sul comprou 36 helicópteros norte-americanos, Apache AH-64E, dentre eles, seis foram equipados com o radar de controle de tiro da fabricante Lockheed Martin.


Entretanto, durante uma operação simuladora de ataque aéreo, o radar falhou e não detectou o número de alvos inimigos, segundo o site Defense News, não reconhecendo quatro alvos designados de 101 alvos.

Em testes separados em áreas montanhosas, o radar reconheceu erroneamente 18 alvos que estavam a 6 km de nove alvos, e 18 alvos que estavam a 3 km de cinco alvos.

Além disso, apresentou falhas durante a execução de testes sobre a água, onde foi incapaz de reconhecer qualquer alvo.

Segundo o membro do Comitê de Defesa da Assembleia Nacional sul-coreana, Lee Jong-myung, "o propósito principal de adquirir os helicópteros de ataque…

Ministro sérvio conta como Moscou ajudou a restabelecer defesa antiaérea do país

O ministro da Defesa da Sérvia, Aleksandar Vulin, valoriza a ajuda da Rússia por esta ter permitido que o exército do país obtivesse uma quantidade suficiente de equipamentos e especialistas para defender seu espaço aéreo.


Sputnik

O alto funcionário destacou que atualmente a aviação e os sistemas de defesa aérea sérvios se encontram no melhor estado desde a época da agressão por parte da OTAN (trata-se do bombardeamento da Iugoslávia, ou seja, as atuais Sérvia e Montenegro, em 1999), comunica o jornal russo Rossiyskaya Gazeta.


Caça russo MiG-29
Mig-29 © Sputnik/ Vladimir Astapkovich

Vulin assinalou que a defesa do país não teria alcançado tantos êxitos se não fosse a cooperação com Moscou. Ademais, o titular da pasta declarou que o país deseja ampliar a colaboração com a Rússia e adquirir seis helicópteros russos Mi-17 no futuro.

Anteriormente, o presidente sérvio, Aleksandar Vucic, que visitou a Rússia em 19 de dezembro do ano passado, também deu uma alta avaliação à cooperação técnica e militar entre ambos os países.

O líder sérvio relembrou que o país tinha obtido seis caças russos MiG-29 e expressou seu desejo de que as aeronaves logo passassem a estar em pleno funcionamento.

Ademais, Vucic declarou que as autoridades sérvias negociaram a compra de equipamentos militares com os representantes da agência russa Rosoboronexport.

"Não se deve esquecer que a Sérvia é um país independente e soberano. A Sérvia é um Estado neutro que tem que se tornar mais forte para ser capaz de conservar seu território", agregou.

Segundo assinalam os especialistas, a Sérvia se considera como um país neutro que não quer continuar sendo vítima de agressão ocidental, se referindo claramente à guerra da Iugoslávia, desatada pela OTAN em 1999. Neste respeito, Belgrado pretende garantir sua segurança para não parecer um "alvo fácil" para a OTAN, indica a edição russa.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas