Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Su-57 russo supera caças de 5ª geração F-22 e F-35 dos EUA, diz piloto militar

O uso de caças F-22 pela Força Aérea dos EUA na Síria privou este modelo de suas vantagens sobre aeronaves russas, segundo a mídia norte-americana. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, um piloto militar russo comentou a situação.
Sputnik

A utilização de caças norte-americanos F-22 na Síria privou os EUA das vantagens destes caças em relação aos caças russos, escreveu o jornal Military Watch. Segundo Veralinn Jamieson, tenente-general da Força Aérea dos EUA, os céus do Iraque e da Síria se tornaram "armazém de informações" para russos sobre atuação de caças estadunidenses durante operações.

Segundo o autor do artigo, os russos tiveram bastante tempo para analisar e testar a tecnologia de furtividade dos F-22, além de terem coletado dados sobre o uso da aeronave e encontrado meios de combatê-la. Além disso, a Rússia poderá usar essas tecnologias na fabricação de suas aeronaves.

O artigo enfatiza que os radares dos sistemas de mísseis antiaéreos S-300 e S-400 da Rússia …

Nova estratégia de defesa dos EUA reflete mentalidade da Guerra Fria, diz China

O Ministério das Relações Exteriores da China declarou que a nova estratégia de defesa dos EUA reflete a "mentalidade da Guerra Fria" e distorce política diplomática de defesa de Pequim.


Sputnik

Na sexta-feira (19), o Pentágono publicou a nova estratégia de defesa nacional dos EUA. Entre outros assuntos, o documento classifica a Rússia e a China como ameaças de segurança para os EUA, expõe uma concorrência estratégica de longo prazo com Pequim e Moscou.


Bandeira chinesa com lua no fundo
Bandeira da China © AFP 2018/ MARK RALSTON

A declaração chega um dia depois do Ministério da Defesa chinês ter anunciado que a estratégia dos EUA "inclui especulações absurdas sobre a modernização do exército chinês que não leva em consideração que tais questões exageradas como a rivalidade das assim chamadas grandes potências e 'ameaça militar chinesa', estão cheias de justificações falsas como jogos perdidos ou antagonismo".

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, sublinhou que a China "rigorosamente adere ao desenvolvimento pacífico, à natureza defensiva de sua política de defesa nacional e ao estabelecimento de paz por todo o mundo". Ela frisou que a China contribui para o desenvolvimento global e continua "defensora da ordem internacional existente, o que é óbvio para toda a comunidade internacional".

O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, comentando a estratégia dos EUA na sexta-feira, lamentou que com isso, a Rússia e China são classificadas como ameaças a Washington, mas assinalou que Moscou está pronta para dialogar.


Postar um comentário