Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel realiza novos bombardeios na Faixa de Gaza após queda de foguete

Aviação israelense atacou instalações subterrâneas em Gaza. Foguete disparado de Gaza caiu em cidade israelense sem causar vítimas.
France Presse

Aviões de guerra israelenses realizaram novos ataques na madrugada desta segunda-feira (19) na Faixa de Gaza, onde a tensão foi reduzida, mas sem dissipar todo o fantasma de um novo confronto.

A aviação israelense atacou instalações subterrâneas no sul do território do movimento palestino Hamas, afirmou em um comunicado.

Israel respondeu assim ao disparo de um foguete lançado no domingo à noite a partir da Faixa de Gaza - o segundo em 24 horas - e que caiu sem causar vítimas nas proximidades de Sderot, cidade israelense perto do enclave palestino.

O exército de Israel manteve sua política de resposta sistemática a qualquer intervenção hostil a partir dos territórios palestinos, onde travou três guerras contra o Hamas e grupos armados palestinos aliados desde 2008.

Israel usará "todos os meios à sua disposição" para garantir a segurança d…

Rapidez, precisão e nova interface: EUA modernizam seu principal míssil antinavio

A Marinha dos EUA está a ponto de ter em seu arsenal a nova versão do míssil antinavio Harpoon Block II+ depois de a Marinha ter efetuado com êxito um voo de teste com o míssil no caça F/A-18.


Sputnik

O teste aconteceu em 22 de janeiro na base naval do condado de Ventura, Califórnia, para saber se o novo Harpoon Block II+ responde corretamente à nova atualização de "software" do caça, informa o portal Navy Recognition.


Míssil antinavio AGM-84 Harpoon no avião F/A-18C Hornet (imagem referencial)
AGM-84 Harpoon | CC0 / Wikipedia

"A atualização System Configuration set H12E e sua instalação corresponde a anos de planejamento, design, engenharia e testes, que englobam várias entidades dos EUA", de acordo com o diretor do programa Harpoon, comandante Jon Schiffelbein.

O próprio Schiffelbein assinalou que está extremamente orgulhoso de oferecer a precisão de ataque aos efetivos do exército com flexibilidade necessária para enfrentar ameaças.

O míssil antinavio, que fará parte da Marinha norte-americana, conta com novo sistema GPS mais seguro e uma nova interface de conexão de dados capaz de realizar atualizações em pleno voo. Além do mais, o míssil poderá selecionar alvos com mais facilidade e possui opção para abortar lançamento e maior proteção contra guerra eletrônica.

O Harpoon Block II+ é o principal míssil antinavio do exército norte-americano, que está há mais de 40 anos em serviço.

Ele é uma resposta atrasada aos avanços do míssil antinavio supersônico russo-indiano BrahMos, considerado por designers de mísseis como "o melhor míssil do mundo".

Tem alcance de 400 quilômetros e uma ampla gama de trajetórias de voo para alcançar alvos. É três vezes mais rápido que o som e conta com o sistema de guia simplificado e uma alta efetividade contra a defesa antiaérea.

O foco da empresa conjunta atualmente é elaborar o potente míssil para o uso aéreo, em particular, para que os Su-30MKI da Força Aérea da Índia e, por consequência, os Su-30SM russos, possam vir a lançar projétil antinavio, criando ferramenta definitiva de dissuasão.


Postar um comentário