Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Lançamento do Submarino Riachuelo – S40 (VIDEO)

Hoje, 14 de dezembro, às 10h da manhã em Itaguaí-RJ, teve início a Cerimônia de Lançamento do Submarino Riachuelo, o primeiro de uma série de quatro submarinos convencionais e um nuclear que estão sendo construídos pela Marinha do Brasil. A cerimônia conta com a presença do Presidente da República.
Poder Naval

O nome do primeiro submarino, “Riachuelo”, é alusivo à Batalha Naval do Riachuelo, considerada decisiva na Guerra do Paraguai, com atuação destacada da Marinha do Brasil.


Acompanhe a Cerimônia em tempo real no vídeo no final deste post.
Prosub

O Brasil tem o mar como uma forte referência em todo o seu desenvolvimento. É nessa área marítima que os brasileiros desenvolvem as atividades pesqueiras, o comércio exterior e a exploração de recursos biológicos e minerais. A imensa riqueza das águas, do leito e do subsolo marinho nesse território justifica seu nome: Amazônia Azul.

A Amazônia Azul cobre uma área de 3,5 milhões de quilômetros quadrados. Mas o país pleiteia na Organização das Naç…

Reino Unido envia 2 caças para interceptar aeronaves russas

Dois caças Eurofighter Typhoon foram enviados para prevenir uma suposta invasão de aviões russos.


Sputnik

Na segunda-feira (15) de manhã, a Força Aérea britânica enviou dois caças Eurofighter Typhoon da Escócia para resistir à presença de aeronaves russas perto de seu espaço aéreo. De acordo com o porta-voz da Força Aérea Real, trata-se de uma operação em andamento e, portanto, mais detalhes não foram divulgados.


Caças Eurofighter Typhoon da Força Aérea britânica
Eurofighter Typhoon da Força Aérea Real © Foto: Ministério da Defesa do Reino Unido/ Jack Pritchard

Os Eurofighter Typhoon da Força Aérea Real foram enviados para efetuar operação de alerta de reação rápida. Agora se encontram ao nordeste da Holanda. Os aviões BAF F-16 belgas também se encontram na área.

Os primeiros dados divulgados não revelam o modelo dos aviões russos. No entanto, destaca-se que as Forças Aéreas francesa e belga também participam da situação que está em desenvolvimento no espaço aéreo perto do litoral do condado Caithness, no norte da Escócia.

Vale ressaltar que não é o primeiro incidente em que a Força Aérea britânica responde às manobras dos militares russos. Em 22 de setembro do ano passado, caças do Reino Unido efetuaram um voo de emergência da base aérea de Lossiemouth, na Escócia, para escoltar os aviões de combate russos.

No entanto, as aeronaves russas — cujo tipo não foi revelado — mudaram sua trajetória e a intercepção foi evitada.

Nessa conexão, o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia explicou que "todos os voos de aeronaves da Força Aeroespacial russa se realizam em estrita conformidade com as normas internacionais sobre o uso do espaço aéreo sobre águas neutras".


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas