Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Rússia cria fuzil de precisão considerado o mais poderoso do mundo

Arma é a primeira do tipo capaz de atingir alvos a mais de 4 km de distância.


Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

Na cidade de Tarusa, localizada 140 km ao sul de Moscou, fica um pequeno prédio que parece simples e não desperta muito interesse. No interior, no entanto, está localizada a fábrica Lobaev Armas que produz os fuzis de precisão mais poderosos do mundo.


Resultado de imagem para SVLK-14S
SVLK-14S Sumrak | Reprodução

A Lobaev Armas é a única fábrica privada de armamentos da Rússia. Seu proprietário, Vlad Lobaev, estudou a arte da produção de armas nos Estados Unidos, onde gastou vários milhões de dólares em equipamentos para a fábrica.

“Nos Estados Unidos, há centenas de empresas privadas que produzem armas licenciadas, é um dos mercados de fabricação de armas mais desenvolvidos do mundo. É por isso que diversos fuzis russos, inclusive os Tsar Pushka, usados pelos guarda-costas de Putin, são feitos com tecnologias e componentes americanos", diz Iúri Sinítchkin, engenheiro-chefe da holding KBIS, que é proprietária da Lobaev Armas.

A arma mais poderosa da fábrica é o SVLK-14S, conhecido como Sumrak na Rússia.

"Esse fuzil é construído peça por peça, como uma Ferrari ou Porsche. Desenvolvemos essa arma para pessoas que apreciam fuzis de alta precisão e atiradores profissionais”, diz Sinitchkin.

O SVLK-14S dispara balas .408 CheyTac de calibre de 10.36x77mm, que saem do barril a uma velocidade de 900 metros por segundo. “Esse tipo de bala pode perfurar um trilho de três centímetros de espessura. Nenhum colete à prova de balas pode suportar essa força", diz o engenheiro.

O fuzil não é destinado ao uso diário e não pode ser usado em condições de combate. Outra particularidade do Sumrak é o seu barril pesado de 1.430 mm, feito de alumínio de alta qualidade, que pode funcionar em temperaturas entre -40 e +60 graus.

"A arma foi projetada com dois tipos de freno de boca, o que reduz o recuo. Nenhum outro fuzil desse calibre permite que um atirador dispare de 150 a 200 tiros por dia sem afetar sua saúde. O Sumrak também tem a forma clássica da coronha. O fuzil é minimalista, tem apenas o que é necessário para aumentar o alcance e a precisão", disse Sinichkin.

Embora você não possa correr ao redor da floresta com este rifle, pode atingir um alvo a 4.200 metros de distância, como atiradores russos fizeram no final de setembro.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas