Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Helicópteros americanos estariam resgatando terroristas do Daesh de prisão síria

Os helicópteros norte-americanos tiraram terroristas do Daesh de uma prisão na cidade síria de Al-Hasakah, informou uma fonte local à Sputnik.
Sputnik

"Habitantes locais viram do telhado helicópteros estadunidenses aterrissando no território de uma prisão local, controlada pelos curdos, para tirar de lá terroristas do Daesh", afirmou a fonte — que preferiu não ser identificada — em Al-Hasakah à Sputnik Árabe.


Além disso, há informações que os militares norte-americanos estariam trazendo para a prisão várias munições, porque planejam criar no lugar uma base.

Anteriormente, a mídia iraquiana comunicou que helicópteros dos EUA tinham transportado membros do grupo Daesh (proibido na Rússia) da prisão central de Al-Hasakah para sua base perto do povoado Abu Hajar, no leste da Síria.

De acordo com fontes locais, na prisão de Al-Hasakah, muito bem fortificada, estariam encarcerados cerca de 100 terroristas, a maioria de cidadania estrangeira. Especialistas sírios acham que são os mesmos…

Rússia: EUA cautelosamente estão guardando armas de destruição em massa

Estados Unidos tentam preservar sua supremacia em termos de arsenal químico, tornando-se assim "o proprietário do maior arsenal de armamento químico", acreditam no Ministério das Relações Exteriores da Rússia.


Sputnik

EUA estão adiando o dia da destruição total do seu arsenal químico, declarou o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov.


Armas químicas no estado de Colorado, EUA
Armas químicas dos EUA © AP Photo/ Brennan Linsley

"Foram os EUA que naquele tempo contribuíram para marcar a Convenção sobre a Proibição de Armas Químicas, registrando um prazo razoavelmente ambicioso para a destruição total de armas químicas — até 2007. É evidente que não foi possível alcançar esse objetivo. No entanto, mais uma década já se passou", diz o comunicado do diplomata russo dedicado à reunião "Cooperação internacional para combater uso ilegal de armas químicas" realizada em Paris.

"A maioria dos países — principalmente nós [Rússia] — cumpriram suas obrigações", adiantou.

O vice-ministro também acrescentou que "apesar disso, eles [EUA] continuam cada vez mais adiando o prazo de destruição total do seu próprio arsenal químico".

Em sua opinião, "Washington continua sendo o dono do maior estoque de armas químicas do mundo — mais de 2,5 mil toneladas de armas com substâncias tóxicas das mais perigosas".

Assim, sublinhou que os "EUA estão cautelosamente guardando as armas de destruição em massa proibidas em outros países. É evidente que precisam delas por algum motivo".


Postar um comentário