Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

Rússia: EUA cautelosamente estão guardando armas de destruição em massa

Estados Unidos tentam preservar sua supremacia em termos de arsenal químico, tornando-se assim "o proprietário do maior arsenal de armamento químico", acreditam no Ministério das Relações Exteriores da Rússia.


Sputnik

EUA estão adiando o dia da destruição total do seu arsenal químico, declarou o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov.


Armas químicas no estado de Colorado, EUA
Armas químicas dos EUA © AP Photo/ Brennan Linsley

"Foram os EUA que naquele tempo contribuíram para marcar a Convenção sobre a Proibição de Armas Químicas, registrando um prazo razoavelmente ambicioso para a destruição total de armas químicas — até 2007. É evidente que não foi possível alcançar esse objetivo. No entanto, mais uma década já se passou", diz o comunicado do diplomata russo dedicado à reunião "Cooperação internacional para combater uso ilegal de armas químicas" realizada em Paris.

"A maioria dos países — principalmente nós [Rússia] — cumpriram suas obrigações", adiantou.

O vice-ministro também acrescentou que "apesar disso, eles [EUA] continuam cada vez mais adiando o prazo de destruição total do seu próprio arsenal químico".

Em sua opinião, "Washington continua sendo o dono do maior estoque de armas químicas do mundo — mais de 2,5 mil toneladas de armas com substâncias tóxicas das mais perigosas".

Assim, sublinhou que os "EUA estão cautelosamente guardando as armas de destruição em massa proibidas em outros países. É evidente que precisam delas por algum motivo".


Postar um comentário

Postagens mais visitadas