Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Rússia pede moderação da Turquia em operação militar contra curdos em Afrin

O Ministério da Defesa da Rússia expressou preoucupação com o início da operação militar turca contra a cidade síria de Afrin neste sábado (20).


Sputnik

De acordo com o comunicado do Ministério da Defesa, a Rússia pede moderação pros dois lados do conflito e firma sua posição na resolução da crise síria baseada na salvaguarda da integridade territorial da Síria e no respeito à sua soberania.


Militar da Turquia (foto de arquivo)
Militar turco © AFP 2018/ OZAN KOSE / AFP

Foi informado também que Moscou tomou medidas para garantir a segurança de seus militares na região de Afrin.

"O comando do grupo de tropas russas na Síria tomou medidas para assegurar a segurança dos militares russos implantados no cidade de Afrin, onde as Forças Armadas turcas lançaram uma operação especial contra as formações curdas", informou o Ministério da Defesa.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, confirmou no início deste sábado o início oficial da operação contra posições curdas na cidade síria de Afrin, acrescentando que a operação seria seguida por outra na cidade síria de Manbij.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas