Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Rússia poderá fornecer sistemas S-400 para países do Oriente Médio e Sudeste Asiático

Moscou está realizando negociações sobre a venda de sistemas de defesa antiaérea S-400 Triumph aos países do Oriente Médio e do Sudeste Asiático, informou o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu.


Sputnik

"Mais países expressaram interesse em adquirir o S-400, em particular, do Oriente Médio e do Sudeste Asiático; neste momento estão sendo realizadas as negociações correspondentes", declarou o ministro.


Sistemas de defesa antiaérea S-4000 Triumph na Crimeia
S-400 Triumph na Crimeia © Sputnik/ Aleksei Malgavko

Shoigu sublinhou que atualmente dois sistemas de mísseis S-400 Triumph estão posicionados na Síria, assegurando a defesa aérea das bases russas de Hmeymim e Tartus.

O ministro definiu o sistema como "único", sem análogos no mundo, o que prova o recente acordo de fornecimento de S-400 para a Turquia, um dos membros da OTAN.

A Turquia é o segundo Estado-membro da Aliança Atlântica a possuir sistemas de mísseis antiaéreos russos de grande alcance. O primeiro foi a Grécia, cujo exército conta com sistemas S-300.

Anteriormente, o jornal indiano Times of India comunicou, citando uma fonte militar, que a Rússia e a Índia estão terminando as negociações para a venda de cinco divisões de S-400. Segundo a edição, o valor do acordo atingirá cerca de 5,5 bilhões de dólares (R$ 17,6 bilhões). Uma divisão de S-400 possui oito lançadores múltiplos com quatro mísseis cada um.

No ano passado, Moscou e Ancara firmaram um acordo para o fornecimento de S-400 Triumph à Turquia, que já fez o primeiro pagamento.

O sistema de defesa S-400 Triumph (SA-21 Growler na classificação da OTAN) é o mais recente sistema de mísseis interceptores de longo alcance. É destinado a abater meios aéreos, mísseis balísticos e de cruzeiro, incluindo os de médio alcance, bem como alvos terrestres.

O sistema tem um alcance de até 400 quilômetros, sendo capaz de eliminar alvos a uma altitude de até 30 quilômetros.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas