Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Su-57 russo supera caças de 5ª geração F-22 e F-35 dos EUA, diz piloto militar

O uso de caças F-22 pela Força Aérea dos EUA na Síria privou este modelo de suas vantagens sobre aeronaves russas, segundo a mídia norte-americana. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, um piloto militar russo comentou a situação.
Sputnik

A utilização de caças norte-americanos F-22 na Síria privou os EUA das vantagens destes caças em relação aos caças russos, escreveu o jornal Military Watch. Segundo Veralinn Jamieson, tenente-general da Força Aérea dos EUA, os céus do Iraque e da Síria se tornaram "armazém de informações" para russos sobre atuação de caças estadunidenses durante operações.

Segundo o autor do artigo, os russos tiveram bastante tempo para analisar e testar a tecnologia de furtividade dos F-22, além de terem coletado dados sobre o uso da aeronave e encontrado meios de combatê-la. Além disso, a Rússia poderá usar essas tecnologias na fabricação de suas aeronaves.

O artigo enfatiza que os radares dos sistemas de mísseis antiaéreos S-300 e S-400 da Rússia …

Turquia alega ter eliminado 260 combatentes curdos em Afrin

Pelo menos 260 membros de grupos armados curdos foram eliminados no âmbito da operação militar "Ramo de Oliveira" na cidade síria de Afrin, informou um comunicado do Estado-Maior do exército da Turquia.


Sputnik

"No âmbito da operação, em 23 de janeiro, durante combates com membros de organizações terroristas, um companheiro de armas morreu e um ficou ferido. No entanto, durante o curso da operação, no mínimo 260 terroristas foram eliminados. A operação segue como planejado", informou o comunicado.


Tanque turco durante incursão militar na Síria em fevereiro de 2015
Tanque turco na Síria © AP Photo/ Mursel Coban, Depo Photos

No dia 20 de janeiro, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os combatentes curdos na cidade síria de Afrin, considerados como terroristas por Ancara. No domingo, o governo turco iniciou a fase de ocupação de territórios sírios, com apoio dos militantes do grupo Exército Livre da Síria, uma das principais facções da oposição ao governo de Bashar Assad.

Damasco condenou resolutamente a agressão turca contra Afrin, que é parte integrante do território sírio.


Postar um comentário