Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares russos tornam usina nuclear invisível

Unidades das Forças Armadas da Rússia especializadas na Defesa Radiológica, Química e Biológica tornaram invisível a usina nuclear de Smolensk, escondendo-a em uma nuvem de aerossol de grafite, disse aos repórteres na quarta-feira (19) um representante do Ministério da Defesa.
Sputnik

"Pela primeira vez, foi utilizada uma composição em forma de aerossol que opera não só na faixa visível do espectro de radiação eletromagnética mas também na de infravermelhos" - afirmou um representante.

Fluxos de gás quente à base de grafite são pulverizados a fim de criar uma cortina de camuflagem. Para criar uma nuvem de aerossol sobre uma área de dois quilômetros quadrados, foram necessárias cinco máquinas térmicas de fumaça TDA-3, informou o representante.

Os exercícios militares começaram na usina nuclear de Smolensk no dia anterior. Neles participam mais de 600 militares, pessoal civil da fábrica e mais de 200 unidades de equipamentos militares e especiais. Anteriormente, as unidades de gue…

Um militar dos EUA morre no Afeganistão e pelo menos 4 ficam feridos

As forças armadas dos EUA no Afeganistão informaram nesta terça-feira (2) através do Twitter que um soldado norte-americano foi morto e outros quatro ficaram feridos no Afeganistão.


Sputnik

"Um soldado dos EUA foi morto, mais quatro ficaram feridos durante os confrontos em Achin, na província de Nangarhar, em 1º de janeiro", diz o comunicado.


Soldados norte-americanos no Afeganistão (foto de arquivo)
Soldados dos EUA no Afeganistão © AFP 2017/ Johannes EISELE

A situação no Afeganistão tem grande tensão por conta das atividades do grupo radical Talibã, que tomou o controle de um território significativo nas áreas rurais do país e lançou anteriormente uma ofensiva contra as grandes cidades. Além disso, há um reforço da influência do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico) na região.

Enquanto isso, o governo do Afeganistão está tomando medidas para atingir uma solução pacífica no país, preparando um roteiro para as negociações de paz com o Talibã. A posição foi anunciada pelo vice-ministro das Relações Exteriores, Hekmat Khalil Karzai, durante o encontro do Grupo Internacional de Contato para o Afeganistão em Oslo, no início de dezembro.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas