Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Vídeo FLIR exibindo abate de F-15S da Arábia Saudita sobre o Iêmen

Militantes reutilizaram uma torreta de sensores infravermelhos americana para rastrear e filmar o abate do avião de combate da Arábia Saudita


Poder Aéreo

Os rebeldes Houthi lançaram um video que afirmam que mostra o momento exato em que derrubaram um F-15S da Royal Saudi Air Force sobre o Iêmen. Os militantes apoiados pelo Irã parecem ter rastreado o jato usando uma torre de sensor FLIR Systems Star SAFIRE reutilizada, que possui uma câmera infravermelha.

Reprodução

Em 8 de janeiro de 2018, os Houthis liberaram o vídeo de infravermelho, que mostra o logotipo da FLIR Systems, através da rede de televisão Al Masirah. Uma declaração separada da agência de notícias Saba do grupo diz que suas forças derrubaram a aeronave com um míssil de superfície-ar não especificado.

O vídeo completo também mostra a torre sensora em uma montagem improvisada no solo. O caça F-15S parece aumentar a velocidade e liberar chamarizes (flares) antes de um projétil atingi-lo, o que parece causar danos significativos. O destino dos pilotos é desconhecido no momento.

Os Houthis dizem que esse evento é diferente de uma reivindicação que eles fizeram em 7 de janeiro de 2018, sobre ter derrubado uma aeronave de ataque Tornado saudita. A agência de notícias estatal saudita SPA confirmou esse acidente, mas disse que foi resultado de uma falha técnica, não de uma ação inimiga. A coalizão saudita recuperou os dois pilotos da aeronave nesse incidente.

Em outubro de 2017, os Houthis derrubaram um drone Reaper da MQ-9 da Força Aérea dos Estados Unidos que voava sobre o Iêmen. Esse incidente teria envolvido um sistema de defesa antiaérea portátil de ombro, ou MANPADS.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas