Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Queremos que a Venezuela volte à democracia', diz Bolsonaro a TV dos EUA

Em entrevista à Fox News, o presidente também defendeu o muro para separar EUA do México. Nesta terça, ele vai se encontrar com Donald Trump.
Por G1

O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista à TV norte-americana na madrugada desta terça-feira (19) que a Venezuela estará no centro das discussões durante o encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca, nesta tarde.

Ao canal Fox News, Bolsonaro reafirmou que o presidente norte-americano mantém "todas as opções na mesa"em relação à Venezuela. "Nós não podemos falar em todas as possibilidades, mas o que for possível de forma diplomática", disse Bolsonaro, segundo tradutor da emissora.

A entrevista foi ao ar com tradução simultânea, e em alguns trechos não foi possível ouvir o que o presidente respondeu. Bolsonaro disse que o Brasil é o país mais interessado em pôr fim ao governo de Nicolás Maduro.

O presidente afirmou que o governo brasileiro está alinhado ao de Trump. "Hoje temos nova ideologia,…

Alemanha e França condenam ataques contra Embaixada da Rússia na Síria

O governo da Alemanha afirmou nesta sexta-feira que tanto Berlim como Paris condenam os ataques que têm ocorrido contra o povo sírio e também contra a Embaixada da Rússia em Damasco, na Síria, no contexto do sangrento conflito com foco na região de Ghouta Oriental.


Sputnik

"A França e a Alemanha condenam fortemente os ataques direcionados à população civil, incluindo muitas crianças, bem como à infraestrutura civil e médica. Esses ataques violam as regras básicas do direito internacional humanitário. A Alemanha e a França também condenam os ataques contra a Embaixada russa em Damasco", informou o porta-voz Steffen Seibert após um encontro da chanceler Angela Merkel com o presidente francês, Emmanuel Macron, em Bruxelas.


A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, conversa com o presidente francês, Emmanuel Macron, durante um encontro de líderes da União Europeia em Bruxelas
Angela Merkel e Emmanuel Macron © AP Photo/ John Thys, Pool Photo via AP

Merkel e Macron escreveram hoje uma carta ao presidente russo, Vladimir Putin, pedindo apoio para um projeto de resolução atualmente em discussão no Conselho de Segurança das Nações Unidas que pretende estabelecer um cessar-fogo e facilitar a chegada de ajuda humanitária a Ghouta Oriental, atual foco das hostilidades entre as partes em conflito na Síria.

"Diante da situação das pessoas no leste de Ghouta, a França e a Alemanha exigem a cessação imediata das hostilidades e a implementação de um cessar-fogo para fornecer apoio civil, acesso humanitário e evacuações médicas, como solicitado pela ONU."


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas