Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Lançamento do Submarino Riachuelo – S40 (VIDEO)

Hoje, 14 de dezembro, às 10h da manhã em Itaguaí-RJ, teve início a Cerimônia de Lançamento do Submarino Riachuelo, o primeiro de uma série de quatro submarinos convencionais e um nuclear que estão sendo construídos pela Marinha do Brasil. A cerimônia conta com a presença do Presidente da República.
Poder Naval

O nome do primeiro submarino, “Riachuelo”, é alusivo à Batalha Naval do Riachuelo, considerada decisiva na Guerra do Paraguai, com atuação destacada da Marinha do Brasil.


Acompanhe a Cerimônia em tempo real no vídeo no final deste post.
Prosub

O Brasil tem o mar como uma forte referência em todo o seu desenvolvimento. É nessa área marítima que os brasileiros desenvolvem as atividades pesqueiras, o comércio exterior e a exploração de recursos biológicos e minerais. A imensa riqueza das águas, do leito e do subsolo marinho nesse território justifica seu nome: Amazônia Azul.

A Amazônia Azul cobre uma área de 3,5 milhões de quilômetros quadrados. Mas o país pleiteia na Organização das Naç…

Ataques da coalizão internacional matam 100 militares das tropas governamentais sírias

Aproximadamente uma centena de militares das forças governamentais sírias morreu durante ataques aéreos realizados pela coalização internacional liderada pelos EUA.


Sputnik

A informação foi divulgada pelo canal de televisão ABC que cita uma fonte local.


Consequências do ataque aéreo da coalizão internacional
Bombardeio da coalizão dos EUA na Síria © AP Photo/ Osama Sami

Na noite de 7 para 8 de fevereiro, as forças pró-governo sírias iniciaram um "ataque não provocado" contra o Estado-Maior General das Forças Democráticas da Síria (SDF). De acordo com o comunicado, a coalizão efetuou ataques "para repelir atos de agressão em relação aos parceiros que estão lutando contra os terroristas do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia]".

Segundo comunicou um funcionário estadunidense que preferiu não se identificar, os ataques aéreos e de artilharia foram dedicados para repelir a ofensiva. Em suas palavras, o ataque contra o Estado-Maior da SDF, localizado ao norte do rio Eufrates, foi bem organizado. Além da artilharia, a coalizão também usou tanques T-54 e T-72.

Ademais, o funcionário reportou que a coalizão usou linhas telefônicas diretas para informar os militares russos sobre ataques aéreos na área.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas