Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Lançamento do Submarino Riachuelo – S40 (VIDEO)

Hoje, 14 de dezembro, às 10h da manhã em Itaguaí-RJ, teve início a Cerimônia de Lançamento do Submarino Riachuelo, o primeiro de uma série de quatro submarinos convencionais e um nuclear que estão sendo construídos pela Marinha do Brasil. A cerimônia conta com a presença do Presidente da República.
Poder Naval

O nome do primeiro submarino, “Riachuelo”, é alusivo à Batalha Naval do Riachuelo, considerada decisiva na Guerra do Paraguai, com atuação destacada da Marinha do Brasil.


Acompanhe a Cerimônia em tempo real no vídeo no final deste post.
Prosub

O Brasil tem o mar como uma forte referência em todo o seu desenvolvimento. É nessa área marítima que os brasileiros desenvolvem as atividades pesqueiras, o comércio exterior e a exploração de recursos biológicos e minerais. A imensa riqueza das águas, do leito e do subsolo marinho nesse território justifica seu nome: Amazônia Azul.

A Amazônia Azul cobre uma área de 3,5 milhões de quilômetros quadrados. Mas o país pleiteia na Organização das Naç…

Bombardeios da coalizão matam combatentes pró-regime na Síria

Cerca de 100 pessoas morreram, segundo fonte militar americana.


France Presse

A coalização liderada pelos Estados Unidos bombardeou tropas pró-governo no leste da Síria e matou dezenas de soldados, anunciou nesta quinta-feira (8) a mídia estatal síria.

Resultado de imagem para Bombardeios da coalizão liderada pelos Estados Unidos mataram 100 combatentes na Síria
Os confrontos acontecem em um momento de grande tensão entre Washington e Damasco com o retorno das suspeitas do uso de armas químicas pelo regime de Assad e as milícias aliadas ao governo Foto: Mauricio Lima/The New York Times

Uma fonte militar americana disse à France Presse que mais de 100 membros das forças leais ao regime do presidente Bashar al-Assad morreram nos bombardeios por "legítima defesa" da coalizão antijihadista.

"Consideramos que mais de 100 membros das forças pró-regime sírias morreram em confrontos com as Forças Democráticas Sírias (os rebeldes apoiados por Washington) e as forças da coalizão", afirmou a fonte.

Já o Observatorio Sírio de Direitos Humanos, que monitora o conflito, afirma que o número de mortos é de ao menos 45.

A agência de notícias oficial SANA informou que o ataque, que prosseguiu até a madrugada desta quinta-feira (8), atingiu combatentes tribais da cidade de Khusham, na província de Deir el-Zour.

A operação teria sido motivada por um ataque desses combatentes tribais contra posições das Forças Democráticas Sírias (SDF, na sigla em inglês), grupo rebelde liderado pelos curdos e que tem o apoio de Washington.

Militares americanos disseram na noite de quarta-feira que lançaram os ataques aéreos após cerca de 500 dos combatentes pró-regime começarem o que pareceu ser um ataque coordenado a um grupo de membros das SDF e assessores americanos.

Os confrontos acontecem em um momento de grande tensão entre Washington e Damasco com o retorno das suspeitas do uso de armas químicas pelo regime Assad e pelas milícias aliadas ao governo.

A SANA classificou o ocorrido de “agressão”.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas