Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Corpos de 27 milicianos pró-governo são encontrados no Iraque

Um total de 27 corpos de membros da milícias pró-governo iraquiana Multidão Popular foi encontrado nesta segunda-feira na comarca de Al Hauiya, na província de Kirkuk, assassinados supostamente por combatentes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), disse à Agencia Efe um comandante do grupo armado.


EFE

As vítimas "faziam uma missão especial perto da cidade de Al Saaduniya, no município da Al Riad em Al Hauiya, onde se perderam e caíram em uma emboscada das organizações terroristas", explicou Ali al Hosseini, dirigente das milícias no sul de Kirkuk.


Resultado de imagem para Al Hauiya, na província de Kirkuk,
Reprodução

A fonte acrescentou que a emboscada foi feita por "membros do EI vestidos com o uniforme do Ministério de Interior do Iraque" que dispararam contra as forças da Multidão Popular, matando 27 combatentes cujos corpos foram encontrados perto de Al Saaduniya.

Por sua vez, as milícias detalharam em comunicado que ontem uma de suas forças especiais foi vítima de "uma emboscada traidora por parte de um grupo terrorista" cujos membros vestiam uniformes militares.

Após a emboscada, começaram violentos enfrentamentos entre os dois grupos e outro contingente da Multidão interveio "para derrotar o inimigo" e "27 membros da Multidão morreram", explica a nota.

Nos últimos meses, Al Hauiya foi palco de ataques dos radicais contra as forças de segurança e a população civil.

O EI chegou a dominar amplas áreas do norte e do oeste do Iraque, desde que surgiu no país, em meados de 2014, até o final de 2017, quando o governo anunciou que o grupo tinha sido derrotado.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas