Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Novo corte na verba do PROSUB preocupa Comando da Marinha do Brasil

O Comandante da Marinha, almirante de esquadra Eduardo Leal Ferreira, está seriamente preocupado com as consequências negativas de um novo e importante corte nos recursos do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), previstos para o orçamento de 2019.
Por Roberto Lopes e Alexandre Galante | Poder Naval

O Programa, cujos termos foram ajustados em 2009, estabelece a produção, no complexo industrial naval de Itaguaí (RJ), de quatro submarinos de ataque convencionais (propulsão diesel-elétrica) da classe Scorpène, e a assistência técnica francesa para a construção do primeiro submarino nuclear brasileiro.

O primeiro submarino convencional, batizado Riachuelo, deve ser lançado ao mar na manhã da quarta-feira 12 de dezembro.

Em novembro de 2016, reunido com lideranças da Base Industrial de Defesa, em São Paulo, o então ministro da Defesa, Raul Jungmann, estimou o valor total do investimento brasileiro no PROSUB em 30 bilhões de Reais.

O Poder Naval não teve acesso aos valores da reduçã…

Corpos de 27 milicianos pró-governo são encontrados no Iraque

Um total de 27 corpos de membros da milícias pró-governo iraquiana Multidão Popular foi encontrado nesta segunda-feira na comarca de Al Hauiya, na província de Kirkuk, assassinados supostamente por combatentes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), disse à Agencia Efe um comandante do grupo armado.


EFE

As vítimas "faziam uma missão especial perto da cidade de Al Saaduniya, no município da Al Riad em Al Hauiya, onde se perderam e caíram em uma emboscada das organizações terroristas", explicou Ali al Hosseini, dirigente das milícias no sul de Kirkuk.


Resultado de imagem para Al Hauiya, na província de Kirkuk,
Reprodução

A fonte acrescentou que a emboscada foi feita por "membros do EI vestidos com o uniforme do Ministério de Interior do Iraque" que dispararam contra as forças da Multidão Popular, matando 27 combatentes cujos corpos foram encontrados perto de Al Saaduniya.

Por sua vez, as milícias detalharam em comunicado que ontem uma de suas forças especiais foi vítima de "uma emboscada traidora por parte de um grupo terrorista" cujos membros vestiam uniformes militares.

Após a emboscada, começaram violentos enfrentamentos entre os dois grupos e outro contingente da Multidão interveio "para derrotar o inimigo" e "27 membros da Multidão morreram", explica a nota.

Nos últimos meses, Al Hauiya foi palco de ataques dos radicais contra as forças de segurança e a população civil.

O EI chegou a dominar amplas áreas do norte e do oeste do Iraque, desde que surgiu no país, em meados de 2014, até o final de 2017, quando o governo anunciou que o grupo tinha sido derrotado.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas