Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel realiza novos bombardeios na Faixa de Gaza após queda de foguete

Aviação israelense atacou instalações subterrâneas em Gaza. Foguete disparado de Gaza caiu em cidade israelense sem causar vítimas.
France Presse

Aviões de guerra israelenses realizaram novos ataques na madrugada desta segunda-feira (19) na Faixa de Gaza, onde a tensão foi reduzida, mas sem dissipar todo o fantasma de um novo confronto.

A aviação israelense atacou instalações subterrâneas no sul do território do movimento palestino Hamas, afirmou em um comunicado.

Israel respondeu assim ao disparo de um foguete lançado no domingo à noite a partir da Faixa de Gaza - o segundo em 24 horas - e que caiu sem causar vítimas nas proximidades de Sderot, cidade israelense perto do enclave palestino.

O exército de Israel manteve sua política de resposta sistemática a qualquer intervenção hostil a partir dos territórios palestinos, onde travou três guerras contra o Hamas e grupos armados palestinos aliados desde 2008.

Israel usará "todos os meios à sua disposição" para garantir a segurança d…

Curdos divulgam VÍDEO de eliminação de tanque turco

Os grupos armados curdos publicaram o vídeo da destruição de um tanque do exército turco em Afrin.


Sputnik

O vídeo, que mostra como um míssil guiado antitanque atinge o carro de combate, fazendo-o explodir, foi publicado na página de Rojava Defence Units no Twitter.


Tanque turco destruído | A Dunon

​Destaca-se que o míssil pertencia ao destacamento feminino da milícia curda. Não se detalha o nome do sistema a partir do qual o míssil foi lançado.

Segundo o portal libanês Al-Masdar, o blindado eliminado era um tanque turco Leopard de produção alemã. As imagens que foram publicadas no Twitter supostamente mostram o tanque destruído.

Mais cedo, no sábado (3), o Estado-Maior turco havia declarado que, no decorrer da operação Ramo de Oliveira, foi atingido um tanque e que, na sequência do incidente, cinco militares turcos resultaram mortos.

A Turquia está realizando a operação Ramo de Oliveira contra os curdos em Afrin desde 20 de janeiro. Os militares turcos são apoiados pelos combatentes do Exército Livre da Síria, que se opõem ao Governo sírio.

Damasco condena a ofensiva turca em Afrin, chamando este território de parte integrante da Síria. Os EUA declaram que a operação turca pode levar à escalada da situação na Síria. Moscou pede às partes que mostrem comedimento e respeitem a integridade territorial da Síria.


Postar um comentário