Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Curdos divulgam VÍDEO de eliminação de tanque turco

Os grupos armados curdos publicaram o vídeo da destruição de um tanque do exército turco em Afrin.


Sputnik

O vídeo, que mostra como um míssil guiado antitanque atinge o carro de combate, fazendo-o explodir, foi publicado na página de Rojava Defence Units no Twitter.


Tanque turco destruído | A Dunon

​Destaca-se que o míssil pertencia ao destacamento feminino da milícia curda. Não se detalha o nome do sistema a partir do qual o míssil foi lançado.

Segundo o portal libanês Al-Masdar, o blindado eliminado era um tanque turco Leopard de produção alemã. As imagens que foram publicadas no Twitter supostamente mostram o tanque destruído.

Mais cedo, no sábado (3), o Estado-Maior turco havia declarado que, no decorrer da operação Ramo de Oliveira, foi atingido um tanque e que, na sequência do incidente, cinco militares turcos resultaram mortos.

A Turquia está realizando a operação Ramo de Oliveira contra os curdos em Afrin desde 20 de janeiro. Os militares turcos são apoiados pelos combatentes do Exército Livre da Síria, que se opõem ao Governo sírio.

Damasco condena a ofensiva turca em Afrin, chamando este território de parte integrante da Síria. Os EUA declaram que a operação turca pode levar à escalada da situação na Síria. Moscou pede às partes que mostrem comedimento e respeitem a integridade territorial da Síria.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas