Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel realiza novos bombardeios na Faixa de Gaza após queda de foguete

Aviação israelense atacou instalações subterrâneas em Gaza. Foguete disparado de Gaza caiu em cidade israelense sem causar vítimas.
France Presse

Aviões de guerra israelenses realizaram novos ataques na madrugada desta segunda-feira (19) na Faixa de Gaza, onde a tensão foi reduzida, mas sem dissipar todo o fantasma de um novo confronto.

A aviação israelense atacou instalações subterrâneas no sul do território do movimento palestino Hamas, afirmou em um comunicado.

Israel respondeu assim ao disparo de um foguete lançado no domingo à noite a partir da Faixa de Gaza - o segundo em 24 horas - e que caiu sem causar vítimas nas proximidades de Sderot, cidade israelense perto do enclave palestino.

O exército de Israel manteve sua política de resposta sistemática a qualquer intervenção hostil a partir dos territórios palestinos, onde travou três guerras contra o Hamas e grupos armados palestinos aliados desde 2008.

Israel usará "todos os meios à sua disposição" para garantir a segurança d…

Defesa antiaérea: Turquia ergue 'Cúpula de Ouro' na fronteira da Síria

O sistema protegerá duas regiões de fronteira, enquanto a operação contra os curdos sírios continuar.


Sputnik

A Turquia está desenvolvendo um sistema de defesa aérea similar ao da "Cúpula de Ferro" de Israel, informou o portal Defense News, citando fontes no governo.


Imagem relacionada
Sistema Korkut da Turquia | Reprodução

De acordo com o plano aprovado pelo Comitê Executivo da Indústria da Defesa, o novo sistema, apelidado de "Cúpula de Ouro", protegerá duas províncias turcas na fronteira com a Síria, Hatay e Kilis, de mísseis lançados por milícias curdas, contra as quais Ancara iniciou a operação "Ramo de Oliveira" no dia 20 de janeiro.

A versão turca da "Cúpula de Ferro" terá como base o sistema Korkut, que incorpora a tecnologia desenvolvida pela maior empresa de defesa turca, a Aselsan.

Korkut é um sistema antiaéreo auto-propulsado equipado com três sistemas de canhões de 35 mm e um centro de comando e controle capaz de operar de forma autônoma. O sistema possui meios para detectar, monitorar, reconhecer, identificar e destruir os alvos inimigos.

De acordo com o portal Army Technology, a produção em série dos sistemas Korkut começou em março de 2017 e a primeira entrega está programada para o próximo mês de maio.


Postar um comentário